Atlético-PR arranca empate da Chapecoense no segundo tempo e garante classificação

Chapecoense até saiu na frente, mas no segundo tempo Atlético voltou buscando a classificação e Walter colocou o time nas oitavas e finais

Atlético-PR arranca empate da Chapecoense no segundo tempo e garante classificação
(Foto: Divulgação / Atlético Paranaense)
CHAPECOENSE
1 1
ATLÉTICO - PR
CHAPECOENSE: DANILO; GIMENEZ(MARTINUCCIO), RAFAEL LIMA, WILLIAN THIEGO, DENER; JOSIMAR (MATHEUS BITECO), CLABER SANTANA, GIL, HYORAN (KEMPES); LUCAS GOMES E BRUNO RANGEL. – TÉCNICO: CAIO JÚNIOR
ATLÉTICO - PR: WEVERTON; LÉO, PAULO ANDRÉ, THIAGO HELENO, SIDCLEY; OTÁVIO, HERNANI, JOÃO PEDRO(MARCOS GUILHERME), VINÍCIUS; PABLO, WALTER (ZÉ IVALDO). – TÉCNICO: PAULO AUTUORI
Placar: 1-0, 4' 1T - Lucas Gomes; 1-1,11'2T - Walter
ÁRBITRO: DIEGO ALMEIDA REAL (RS) AUXILIADO POR JOSÉ EDUARDO CALZA (RS) E JORGE EDUARDO BERNARDI (RS)
INCIDENCIAS: JOGO DE VOLTA DA 3ª FASE DA COPA DO BRASIL, DISPUTADO NA ARENA CONDÁ, CHAPECÓ

Após empate em 0 a 0 no jogo de ida no Paraná, nesta quarta-feira (27), a Chapecoense recebeu o Atlético Paranaense na Arena Condá pelo jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil. Melhor para o Atlético Paranaense, que com o gol marcado por Walter, fora de casa segue na Copa do Brasil. O jogo terminou empatado em 1 a 1 .

O clube paranaense aguardará o sorteio da próxima fase, as oitavas de finais. Com o 1 a 1 fora de casa serviu para o Atlético Paranaense avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil.  Nesta próxima fase acontecerá um sorteio para definir os confrontos.

O próximo compromisso da Chapecoense é no domingo (31) em jogo válido pelo pelo Campeonato Brasileiro, fora de casa contra o São Paulo, já o Atlético Paranaense vai enfrentar o Sport, também fora de casa no domingo às 18h30.

Chapecoense comanda o primeiro tempo

O primeiro tempo de jogo foi melhor para a equipe da casa, que comandou o ritimo de jogo tendo as melhores chances e posse de bola, já ao Furacão  restou criar chances nos contra ataques cedidos pelos catarinenses, para tentar chegar a frente.

Logo na primeira chegada da Chapecoense aos quatro minutos, já saiu o primeiro gol, Hyoran correu pelo lado esquerdo e lançou Gil que ajeitou a bola para Lucas Gomes que da entrada área chutou sem chances para o goleiro Weverton.

As duas equipes também chegavam pela bola aérea, mas as defesas conseguiam tirar os perigos dessas jogadas. O Atlético teve dificuldades em colocar a bola no chão, sendo obrigado a dar chutão para frente na tentativa de aliviar a pressão da Chape.

Aos 16 minutos Hyoran faz bom passe para Lucas Rangel que após girar em cima do marcador e chutou forte no meio do gol obrigando Weverton a fazer grande defesa. Em resposta ao ataque do time da casa, o Atlético consegue encaixar um contra ataque e após cruzamento de Léo a zaga Catarinense afastou o perigo, na sequência Walter não alcança a bola. Aos 19 minutos o Furacão levou perigo ao gol de Danilo, após ajeitada de Pablo, Vinicius chuta da entrada da área e a bola passa ao lado da trave.

Aos 27 minutos, novamente, Hyoran chega com perigo na frente de Weverton e bate cruzado, com a ponta dos dedos o goleiro atleticano afasta o perigo. O primeiro tempo ainda teve muitos passes errados dos dois lados e boas jogadas pelas laterais pelo lado da Chapecoense, além de um cartão amarelo para o Atlético.

Atlético volta do intervalo buscando a classificação

A segunda etapa iniciou com a equipe do Paraná pressionando os donos da casa, Léo, do Atlético, tentou lançar Pablo em profundidade, mas a zaga da Chape corta o ataque. Aos 10 minutos do segundo, ainda no ataque, Otávio, com espaço, chutou forte de frente para o gol, Danilo faz boa defesa evitando o empate do Furacão.

Aos 11 minutos Hernini faz um lançamento para Walter, que após dominar a bola chuta com força para marcar o gol de empate do Atlético Paranaense. Após o gol a equipe da Chapecoense tentou trocar passes no meio de campo com Hyoran e Martinuccio, mas não conseguiu avançar para o ataque, defesa do Atlético fechou o meio de campo e tenta manter a posse de bola.

Precisando marcar um gol a equipe de Chapecó fez mudanças no time e após a entrada de Kempes o time ganhou mais velocidade e movimentação, mas o time do Atlético se fechou muito bem, dando poucas oportunidades de contra ataque aos donos da casa. Chape errou alguns passes importantes.

Não conseguindo entrar na área do Furacão, a Chape tentou também mandar a bola por cima, em jogadas laterais e cobranças de falta, todas afastadas pela defesa atleticana. Aos 39 minutos Dener, da Chape, chutou a bola para o gol e de cabeça Thiago Heleno tirou o perigo. Logo depois, aos 41 minutos, Kempes de cabeça mandou por cima, perdendo outra grande chance de marcar o gol da classificação. A pressão da Chapecoense não deu certo, no último minuto de jogo a equipe ainda teve uma falta, mas não soube aproveitar e acabou eliminada da competição.