Com Fred apagado, Fluminense vira contra Atlético-MG e encosta no G-4

Partida no Giulite Coutinho marcou o reencontro do atacante com o Tricolor

Com Fred apagado, Fluminense vira contra Atlético-MG e encosta no G-4
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.
Fluminense
4 2
Atlético-MG
Fluminense: Julio Cesar, Wellington Silva, Henrique, Gum e William Matheus; Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Danilinho (Magno Alves, Intervalo), Wellington (Maranhão, 27'/2ºT) e Marcos Jr. (Maquinho, 27'/2ºT) – Técnico: Levir Culpi.
Atlético-MG: Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido e Maicosuel (Júnior Urso, 43'/2ºT); Robinho, Fred (Otero, Intervalo) e Lucas Pratto – Técnico: Marcelo Oliveira.
Placar: Robinho, 27'/1ºT(0-1), Douglas, 4'/2ºT(1-1), Marquinho, 27'/2ºT(2-1), Gustavo Scarpa, 32'/2ºT(3-1), Otero, 43'/2ºT(3-2) e Maranhão, 46'/2ºT(4-2).
ÁRBITRO: Jogo válido pela 24ª rodada do Brasileirão 2016.

Nesta segunda-feira (12), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense derrotou o Atlético-MG pelo placar de 4 a 2,  no Giulite Coutinho. Douglas, Marquinho, Scarpa e Maranhão marcaram para o Tricolor, enquanto Robinho e Otero fizeram a favor do Galo.

Com o resultado, o time das Laranjeiras vai para a sétimo com 37 pontos, e fica a três do G-4. A equipe mineira permanece em terceiro, com 42. O próximo compromisso do Fluminense será na quinta-feira (15) contra a Chapecoense, novamente em Edson Passos, às 19h30. Já o Atlético recebe o Sport.

Fluminense começa melhor, mas Robinho faz o primeiro gol para o Atlético-MG

O jogo começou movimentado no estádio Giulite Coutinho. Partida  de grande importância para o Fluminense. Além disso, esse é o primeiro confronto do tricolor carioca contra o atual time do Fred.  O ex-tricolor tocou na bola pela primeira vez e foi vaiado por parte da torcida. Flu, começou o jogo bem, sendo as melhores jogadas pela esquerda, com Wellington. Aos vinte e sete minutos, Maicosuel lançou para Robinho quando a zaga tricolor saía. O atacante fuzilou na saída de Júlio César aos 27 minutos. É o 11º gol dele no Brasileiro, que lidera na tabela de artilharia. Seria a primeira vez que o Fluminsense perderia em casa.

Depois de  levar o primeiro gol, fluminense com mais velocidade arriscou aos 36, quando Gustavo Scarpa recebeu livre na entrada da área, mas jogou para fora, foi um lance de muito perigo. Jogador do Atlético-MG,Maicosuel,  precisou deixar o gramado, por sentir o músculo posterior da coxa direita, sendo substituido por Junior Urso aos 43.

Tricolor teve 12 finalizações  contra 6 do Galo. No final do primeiro tempo, o Flu ainda tentou deixar o placar igual. Wellington na tentativa de cavar uma falta aos 45, simulou contato com Leonardo Silva na área. Recebeu o cartão amarelo e ficará fora contra Chapecoense. Primeiro tempo foi encerrado por 1 a 0.

Fluminense marca quatro gols no segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, o Fluminense conseguiu empatar nos primeiros 4 minutos. Magno Alves foi lançado e cruzou  para trás, Douglas chegou batendo por baixo das pernas de Victor. O autor do gol foi Douglas, mas a torcida tricolor gritou o nome de Magno Alves, que deu assistência.  

Aos 15,  Otero recebeu de Robinho e Cícero derrubou  o meia do Galo. A falta foi perigosa, mas a bola passou raspando pela trave direita de Júlio César. Minutos depois, Otero recebeu cartão amarelo. Torcida aproveitou o momento e pripediu Marquinho. Técnico Levir Culpi faz substituição aos 26, tirando Welligton para a entrada de Maranhão. Outra mudança importante foi a troca de Marcos Junior por Marquinho. Após entrar em campo, com dois toques na bola, um para ajeitar e outro para finalizar, Marquinho faz o dele, colocando a bola no fundo das redes do Atlético-MG, um minuto depois de sua entrada.

Quase no fim da partida, Scarpa coloca por cima da barreira a falta cobrada marcando um golaço. Já com o placar de 3 a 1 para o Flu, o Atlético-MG permanecia vivo, buscando diminuir. Aos 43, Pratto cabeceia para o meio da área e Otero divide com a zaga e toca por baixo do goleiro Júlio César  totalizando o 2º gol para o galo. O resultado da substituição de Levir funcionou e muito no 46 minutos finais. Pratto erra o passe no meio-campo e Maranhão não perdeu a chance e tocou por baixo de Victor, somando o 4º gol no segundo tempo. É a primeira vez que o Tricolor consegue virar.  Com esse resultado fundamental, Flu ganha três colocações no campeonato Brasileiro e sobe para a 7ª posição, com 37 pontos, e já pensa no G4.