Roger Machado analisa eliminação gremista: ''Perdemos para um adversário que foi melhor''

Após nova derrota diante do Rosario Central, treinador tricolor também exaltou necessidade de remobilização

Roger Machado analisa eliminação gremista: ''Perdemos para um adversário que foi melhor''
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

A eliminação do Grêmio na Libertadores foi acachapante. Depois de sofrer duas derrotas para o Rosario Central com um placar agregado de 4 a 0, o treinador Roger Machado concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do estádio Gigante de Arroyito, palco do revés da noite desta quinta-feira (5).

Em nenhum momento o comandante buscou subterfúgios visando justificar a saída do torneio continental. Pelo contrário. ''Enfrentamos um adversário que, nas duas partidas, se mostrou superior e conseguiu amarrar nosso jogo. Não vi apatia nossa, e sim a diferença de que o Rosário nos obrigou a correr atrás nos dois duelos. Acabamos envolvidos'', analisou.

Um dos fatores mais questionados pela torcida tricolor foi a dita ausência de ''identidade'' e vontade. Para Roger, não é verdade: ''Brigamos. Se perde e se ganha. O que o torcedor não gosta, evidentemente, é sofrer quatro gols e não marcar nenhum em uma disputa eliminatória. Não posso dizer que meus atletas não tiveram cara de Grêmio''.

A respeito do confronto em si, o técnico comentou: ''Tomar um gol logo no início desestruturou emocionalmente o nosso time. A vantagem do adversário ficou ainda maior e conseguiram nos derrotar por um placar que até então na Libertadores não tínhamos sofrido. Perdemos para um time melhor''.

Agora, o Tricolor só volta a campo no dia 15 de maio, pelo Brasileirão, contra o Corinthians. De acordo com Roger, é fundamental se reanimar: ''Claro que uma eliminação assim dói, é pesada. Precisamos remobilizar porque o ano não acabou. A frustração é grande, mas é do mesmo tamanho da indignação que devemos ter. Temos que transformar Brasileirão e Copa do Brasil em resgates da temporada''.