Meia Hugo aponta questões pessoais e solicita desligamento do Náutico

Camisa 80 do Timbu rescinde contrato após alegar problemas particulares em acordo conjunto com a diretoria

Meia Hugo aponta questões pessoais e solicita desligamento do Náutico
Meio-campista disputou 11 jogos pelo time alvirrubro na Série B e marcou dois gols (Foto: Léo Lemos/Náutico)

Logo no primeiro dia de trabalho, o treinador Givanildo Oliveira teve uma baixa no elenco. Trata-se do meia Hugo, que apontou problemas pessoais e rescindiu seu contrato, antes previsto para encerrar ao fim do Pernambucano de 2017, mas antecipado em acordo comum com a diretoria após uma breve reunião.

Nesta terça-feira (6), apesar das tentativas de permanência, o jogador optou pelo desligamento, ainda que as questões tivessem se resolvido anteriormente. Contra o Criciúma, o articulador havia ficado ausente por liberação dos dirigentes, porém os imbróglios permaneceram e o atleta decidiu por voltar ao Rio de Janeiro, sua terra natal e onde sua família reside atualmente.

Através de publicação em rede social do clube, o articulador mandou uma mensagem aos torcedores do Timbu, agradecendo ao carinho no curto intervalo de tempo que defendeu a equipe. O armador ainda vê esperanças para o grupo permanecer focado no objetivo traçado para a temporada, mesmo sem ele.

"Gostaria de agradecer a todos os torcedores do Náutico pelo carinho imenso que tiveram por mim. Apesar do pouco tempo, a identidade foi forte. Verdade que os problemas são pessoais, por isso acabei tomando essa decisão, até para não prejudicar o clube, porém deixo um abraço e e peço para permanecerem buscando o principal objetivo traçado, que é o acesso à Série A", afirmou por meio de um vídeo.

Com pouco mais de dois meses defendendo o time pernambucano, o camisa 80 fez 11 partidas e assinalou somente dois gols. Aos 35 anos, Hugo também passou por grandes escretes do país, como Flamengo, Corinthians e Grêmio, mas o melhor momento de sua carreira foi no São Paulo, sendo bicampeão brasileiro (2007 e 2008). Antes, venceu o Brasileirão com o Corinthians, em 2005.

Ainda assim, a agremiação da Rosa e Silva segue em preparação para o confronto com o Bahia, às 16h30 do próximo sábado (10), na Arena de Pernambuco, válido pela 24ª rodada. Afastados do G-4 da Série B, os alvirrubros tentam se reaproximar, já que ocupam a 8ª colocação, com 31 pontos, sete a menos que o CRB, atual 4º lugar.