De olho nas primeiras posições, São Paulo recebe Sport no Morumbi

Sem Calleri, Ytalo herda a responsabilidade no ataque tricolor, que joga em casa para alcançar a zona de classificação; Diego Souza quer uma marcação eficiente contra um adversário "qualificado" e busca vitória querendo sair da degola

De olho nas primeiras posições, São Paulo recebe Sport no Morumbi
São Paulo defende tabu de 16 jogos no Morumbi contra o Sport (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)
São Paulo
Sport
São Paulo: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Matheus Reis; João Schmidt, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Ytalo
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Serginho, Gabriel Xavier e Everton Felipe; Diego Souza e Edmílson.
ÁRBITRO: Rafael Traci
INCIDENCIAS: Décima rodada do Campeonato Brasileiro 2016, no Morumbi.

Na penúltima das partidas antes de colocar os reservas em campo para pensar exclusivamente na Copa Libertadores, o São Paulo vai em busca de mais três pontos no Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira (23) para entrar no G-4 da competição. O adversário é o Sport, penúltimo colocado, que vai ao Morumbi para tentar uma vitória e sair da zona de rebaixamento. A partida está marcada para às 21h.

 Sem Calleri, o Tricolor paulista terá Ytalo no comando de ataque -- o artilheiro argentino foi expulso na partida contra o Flamengo --, e também a volta de Thiago Mendes ao meio-campo. Essas devem ser as únicas mudanças de Edgardo Bauza, que, depois do clássico contra o Santos, no domingo, poupará os titulares são-paulinos para preservá-los para os duelos da semifinais da Libertadores. Por isso, entrar no G-4 agora é essencial para o planejamneto: o time está na sétima colocação, com 14 pontos, e, em caso de vitória, alcança a zona dos melhores colocados..

No Sport, as mudanças são na defesa: o zagueiro Ronaldo Alves, recém-contratado, deve ser titular ao lado do atacante Rodney Wallace, improvisado na lateral-esquerda com a suspensão de Renê. Lutando para sair da zona de rebaixamento, o Lesão está na 19ª colocação, com apenas oito pontos. 

Com Ytalo e recuperação de Rodrigo Caio, o São Paulo quer vitória para alcançar o G-4

Na última atividade realizada no CT da Barra Funda, antes do duelo contra os pernambucanos, Bauza ajustou a equipe e definiu algumas mudanças na escalação. Expulso no último jogo, o artilheiro Calleri não poderá atuar contra o Sport, e, com isso, ficou definido que Ytalo será o responsável por comandar o ataque. O São Paulo também conta com as voltas de Lugano e Thiago Mendes, que cumpriam suspensão e estão à disposição do técnico. O uruguaio ficou de sobreaviso para voltar ao time titular, já que o jovem Rodrigo Caio sofreu uma lesão no treino da última quarta-feira, mas, após realizar exames, não foi constatado nada mais grave. Assim, o ídolo tricolor deve ser opção no banco de reservas.

Sem contar com o artilheiro da Libertadores, Bauza optou por Ytalo ao invés de Kardec. De acordo com o treinador, o camisa 37 possui características mais adequadas para o adversário que irão enfrentar nesta quinta-feira. “As condições do Ytalo para essa partida são melhores que as do Kardec. Ele tem um controle de bola e uma qualidade individual melhores, enquanto o Kardec nos dá mais altura. Mas estou satisfeito com Kardec. Ele nos ajudou a solucionar problemas quando entrou”, explicou o argentino. “O Kardec entrou bem, contra o Flamengo foi bem. É simplesmente pela característica do time que vamos enfrentar, as condições do Ytalo se adequam melhor do que a do Kardec. Precisamos de atletas que tenham boa técnica e acho que Ytalo se acomoda melhor para esse jogo. Como todas escolhas: sempre joga quem penso que está melhor. Nada mais que isso. Ytalo, por características, escolhi ele por ter melhor técnica individual para jogar de costas, mas Kardec tem altura. Espero que tenha sido boa a escolha”, completou. 

Durante o treino, a escalação contou com Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Matheus Reis; João Schmidt, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Ytalo. Carlinhos e Hudson recuperados de lesão, treinaram entre os reservas; Lugano também fez parte do time suplente. Já Mena e Wesley, seguem trabalhando com os fisioterapeutas e devem voltar apenas nas próximas partidas.

Buscando segunda vitória seguida, Oswaldo muda a defesa do Sport

Visando o duelo diante do São Paulo, o técnico Oswaldo de Oliveira comandou o último treino antes da partida, nesta quarta-feira (22), no CT do Palmeiras. Vindo de uma vitória importante contra o Fluminense, o Leão quer dar continuidade nos bons resultados. A principal novidade da equipe fica por conta do zagueiro Ronaldo Alves:  recém contratado junto ao Náutico, o defensor fez parte do último treino, e poderá estrear pelo clube no Morumbi. A lateral esquerda contará com mudanças, já que Renê está suspenso para a partida, e terá uma curiosa improvisação: o atacante Rodney Wallace será o escolhido para a vaga.

Durante a atividade desta quarta-feira, Oswaldo priorizou o trabalho com situações decorrentes durante os jogos, além de aprimorar finalizações e lances de bola parada. Destaque da equipe no campeonato, Diego Souza quer atenção redobrada, ainda mais jogando fora de seus domínios, onde o adversário têm mostrado sua força. "O São Paulo é muito qualificado. Mas são onze contra onze. A gente veio de uma vitória boa contra uma equipe que também vai brigar lá em cima e se entrarmos determinados, marcando forte, vamos conseguir fazer um bom jogo e arrancar pontos", apontou o jogador. 

Com cinco gols e duas assistências em nove jogos, o meia ainda destacou sua boa fase, mas deixa que o "coletivo" tome à frente do individual. "Espero que esse momento possa ser também da minha equipe. Tenho ajudado, procurado fazer meu papel. Mas o mais importante é sair dessa zona de desconforto. Se for com gols meus, melhor Mas, como eu disse, o mais importante é o Sport", completou.