Sobre jogadores da Seleção Olímpica, Dunga afirma: "Estão correspondendo à expectativa"

Com quatro atletas olímpicos em campo, treinador da Seleção destacou a vontade deles e enalteceu a geração brasileira

Sobre jogadores da Seleção Olímpica, Dunga afirma: "Estão correspondendo à expectativa"
(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

Com quatro jogadores da Seleção Olímpica em campo, o técnico Dunga conseguiu mudar a forma de jogar do Brasil e a Seleção conquistou a última vitória antes da Copa América Centenário neste domingo (29). Após o confronto, o treinador concedeu entrevista coletiva e comentou sobre esses jovens atletas.

Dunga fez questão de elogiar logo os jogadores mais jovens, que não tem experiência na seleção principal e mesmo assim conseguem fazer um trabalho antes para chegarem ao jogo com postura profissional: "Os mais novos estrearam e entraram com muita naturalidade e muita maturidade, até porque os jogadores mais experiêntes deram essa tranquilidade não só durante o jogo, mas também nos treinamentos. Eles entraram para contribuir e vão nos ajudar muito".

Douglas, um dos novos nomes a aparecer nessa lista para a Copa América, tambpem ganhou elogios e destaque do treinador. "É jogador de seleção olímpica, já jogou Libertadores, é normal que tenha iniciado jogando mais atrás na defesa e com o passar do tempo foi se soltando, fazendo jogadas importantes de ultrapassagem no primeiro e segundo tempo", comentou.

Com o bom desempenho dos garotos testados e da seleção no geral, Dunga foi questionado se, mesmo depois desse confronto, ainda tem o time definido ou se terá mais dúvidas não só na escalação, mas também no esquema tático. O treinador evitou dar certezas e limitou-se apenas a dizer que "Dependendo do adversário temos outras opções para colocar em campo".

Os recentes vexames da Seleção Brasileira têm levado aos torcedores grande desconfiança com a geração que veste a camisa verde e amarela hoje. Questionado sobre se esse time tem potencial para chegar a grandes conquistas, o treinador garantiu que sim: "Os jogadores estão correspondendo a expectativa. Se a geração é abaixo das outras ou não? Vivi na pele isso, falavam que a minha geração não era tão boa quanto, só que a minha geração ganhou Sul-Americano, Mundial, Copa América, Copa das Confederações, primeira medalha olímpica. Então pra essa geração falta ganhar um título para se confirmar. Todos são jogadores de grande qualidade técnica defensivamente e ofensivamente".

O Brasil estreia na Copa América Centenário no dia 4 de junho em Pasadena.