Ricardinho desequilibra e Portugal avança às quartas do mundial de futsal

Melhor jogador do mundo marca duas vezes contra a Costa Rica e mantém time português firme na disputa do título inédito

Ricardinho desequilibra e Portugal avança às quartas do mundial de futsal
Camisa 10 marca dois e chega aos 11 gols na competição (Foto: Getty Images)

A seleção portuguesa está nas quartas de final da Copa do Mundo Fifa de Futsal. A equipe garantiu vaga após vencer a Costa Rica por 4 a 0, na noite desta quarta-feira (21), no Coliseo El Pueblo, em Cali. O destaque ficou por conta do capitão Ricardinho, eleito três vezes o melhor jogador do mundo. O camisa 10 marcou duas vezes em mais uma atuação de gala.

Agora, Portugal aguarda a partida entre Tailândia e Azerbaijão, para saber quem será seu adversário na fase de quartas de final do torneio. Os tailandeses terminaram a primeira fase na segunda colocação do grupo B, mesma posição do time azeri, vice colocado no grupo F. A partida acontece nesta quinta-feira (22), às 19h30, em Medellín.

Esta foi a terceira vez que Portugal e Costa Rica se enfrentaram na história, e a soberania lusa prevaleceu. Em 2001, pelo Mundialito, vitória por 4 a 2. E recentemente, em agosto, as seleções se enfrentaram em amistoso de preparação para a Copa do Mundo e Portugal levou a melhor por 4 a 3. Na ocasião, a Costa Rica chegou a estar vencendo por 2 a 0 e 3 a 1, mas com gols de Tiago Brito, Cardinal (2) e Ricardinho os lusos viraram o marcador.

Desde o início da Copa do Mundo de Futsal, em 1989, a melhor colocação de Portugal foi um terceiro lugar, em 2000. A disputa aconteceu na Guatemala e os portugueses derrotaram a seleção russa na decisão do terceiro lugar.

 

Blitz portuguesa esbarra em paredão

Com a bola rolando, pressão de Portugal desde o início. Nas primeiras tentativas, Miguel Ângelo e Bruno Coelho obrigam o goleiro Santamaría fazer duas belas defesas. Mas, aos 4 minutos, Ricardinho, o melhor do mundo, recebe sozinho e bate forte por cima do goleiro costa-riquenho para colocar Portugal à frente.

A blitz não acaba e aos 10 minutos Tiago Brito tenta por cobertura, mas manda por cima. Se a bola não vai no alvo, ela para nas mãos do goleiro, que se torna o grande nome do jogo, evitando uma goleada logo no primeiro tempo.

De tanto se defender, os costa-riquenhos assustam somente nos minutos finais, mas param no goleiro Bebé após duas tentativas de Brenes e Fonseca.

 

Segunda etapa com chuva de gols

Se no primeiro tempo o goleiro Santamaría fez o que pode para evitar uma goleada ainda nos primeiros 20 minutos, na etapa final não teve quem evitasse o massacre de Portugal.

No primeiro minuto de jogo, mais uma vez brilha a estrela do capitão. Ricardinho carrega a bola e chuta forte colocado para fazer 2 a 0. Com o tento logo de início, a Costa Rica se lança ao ataque, mas sofre com o rápido time português, que aproveita as chances e não desperdiça.

Aos 25, André Coelho bate cruzado e faz o terceiro. Um minuto depois, acerta a trave e no rebote Tiago Brito faz o quarto.

No decorrer da partida, Bebé ainda evita o gol dos costa-riquenhos e o goleiro evita um gol de tiro livre, após cinco faltas cometidas por Portugal, mas nada que abale a vitória e a classificação portuguesa para às quartas de final do Mundial.