Stipe Miocic vence Alistair Overeem e mantém o cinturão dos pesados do UFC

Evento chamou atenção por polêmica envolvendo Fabricio Werdum e estreia de CM Punk

Stipe Miocic vence Alistair Overeem e mantém o cinturão dos pesados do UFC
(Foto: Getty Images)

Neste sábado (10), foi realizado o UFC 203. Em seu card principal, o evento contou com momentos curiosos e polêmicos. Na maior atração da noite, Miocic manteve seu cinturão dos pesados contra Alistair Overeem

O começo da luta foi de estudo. Após um minuto e meio, os dois mudaram para o estilo ofensivo e o confronto ficou agitado. Overeen conseguiu o knockdown e tentou a finalização, porém sem sucesso. Por outro lado, Miocic buscava o nocaute como fizera contra Fabrício Werdum, mas via o holandês correr muito para o centro do octógono com o objetivo de se esquivar e evitar ser encurralado, um momento curioso.

No minuto final, Miocic colocou o adversário para baixo e encaixou uma sequência de socos, que fez o árbitro paralisar a luta e assim deixar o cinturão com Miocic, que o defendeu pela primeira vez. Foi um main event animado e que agradou aos fãs de MMA. 

Na entrevista pós luta, Overeen alegou que Miocic deu três tapas de desistência após uma tentativa de finalização, o que gerou vaias do público, que torcia para Miocic. As imagens do momento falado pelo holandês foi repetida, porém não houve nenhum momento aparente em que Stipe tenha batido.

Werdum vence Browne pela segunda vez e protagoniza momento polêmico

O co-main event da noite foi protagonizado por Fabricio Werdum e Travis Browne. Ex campeão da categoria dos pesados, o brasileiro precisava se recuperar após a perca de cinturão para Stipe Miocic. Do outro lado o americano também visava o recomeço após ser parado por Cain Velasquez

Werdum começou o round tomando a iniciativa e buscou o nocaute logo nos primeiros segundos, porém sem sucesso. Em uma de suas investidas, Werdum fez com que Browne deslocasse o dedo e chegou a se pensar que a luta seria encerrada, porém o americano colocou o dedo de volta e a luta foi retomada. Assim como fizera na perda de cinturão para Miocic, Fabricio Werdum andou para frente tendo como objetivo o nocaute e ficou exposto a contra ataques, não aproveitados pelo americano. 

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Faltando cerca de um minuto para o fim do primeiro round, Werdum conseguiu um knockdow e a seguir tentou  encerrar a luta com uma finalização, porém Travis resistiu. Ainda assim, vitória clara de 10-9 para Fabricio nos cinco minutos iniciais. 

No segundo round, o ritmo de ambos os lutadores caiu e duelo foi mais cadenciado. Sem arriscar muito, tanto Werdum quanto Browne aparentavam estar cansados, o que causou uma queda de nível e consequete descontentamento das pessoas presentes no Quicken Loans Arena, em Cleveland, que emanavam vaias. 

Esta cautela e lentidão dos dois lutadores foi mantida no terceiro round, assim como as vaias do público. Ao fim da luta, vitória de Fabricio Werdum por decisão unânime dos juízes. Ao fim da luta, uma confusão se instarou no octógono entre Werdum e um coach de Travis Browne e então quase houve uma confusão generalizada com os envolvidos chegando às vias de fato. Foi necessária a intervenção de terceiros para não haver uma briga.

Estreia de CM Punk decepciona fãs

Outra luta do card principal que chamou a atenção foi  a estreia de CM Punk no UFC. Grande estrela do WWE, o americano se testou dentro do octógono contra o Mickey Gall. Havia uma grande expectativa pelo desempenho da estrela americana, porém os fãs do atleta ficaram frustrados. Gall o derrotou sem nenhuma dificuldade por finalização ainda no primeiro round. 

Outros resultados do UFC 203

Jimmie Rivera venceu Urijah Faber por pontos
Jéssica Bate Estaca venceu Joanne Calderwood por finalização
Bethe Correia venceu Jessica Eye por decisão dividida dos juízes
Nik Lentz venceu Michael McBride por nocaute técnico
Brad Tavares venceu Caio Magalhães por decisão dividida
Yancy Medeiros venceu Sean Spencer por finalização