Por punição à CBB, equipes brasileiras estão fora da Liga das Américas 2017

Principal competição sul-americana de basquete é gerida pela FIBA Américas. Flamengo, Gocil/Bauru e Helbor/Mogi das Cruzes (se ganhar a Liga Sul-Americana) não poderão disputar a competição no ano que vem.

Por punição à CBB, equipes brasileiras estão fora da Liga das Américas 2017
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Na tarde dessa segunda-feira a Federação Internacional de Basquete (FIBA), anunciou a suspensão da Confederação Brasileira de Basquete. Com isso, a seleção brasileira não poderá disputar nenhuma competição, em nenhuma categoria, até o fim da sansão.

Mas ainda piorará: com a punição da FIBA, os clubes brasileiros estão fora dos torneios organizados pela FIBA Américas. Com isso, Flamengo, Gocil/Bauru (campeão e vice do último NBB) não poderão disputar a Liga das Américas 2017, a principal competição de clubes nos continentes.

Helbor/Mogi das Cruzes, que está na final da Liga Sul-Americana e teria vaga na Liga das Américas caso ganhasse dos argentinos do Bahía Blanca, também não poderá participar da competição em 2017. A vaga irá para o Bahía Blanca independente do resultado da final, que acontecerá.

Em janeiro, acontecerá uma reunião na FIBA, mas até o momento nenhuma pauta extraordinária (solicitação da CBB para acabar com a punição) foi solicitada. 

Jogadores demonstram perplexidade e indignação em rede social

No Twitter, jogadores brasileiros, alguns que atuam pela seleção, expressaram surpresa com a decisão da FIBA e sua irritação com o comando da CBB, presidida por Carlos Nunes.