Cuiabá Esporte Clube
Cuiabá Esporte Clube
Football Team
Soccer

Cuiabá Esporte Clube

2001 Cuiabá, Mato Grosso


O Cuiabá Esporte Clube, também conhecido apenas como Cuiabá e apelidado de Dourado, é uma agremiação esportiva fundada pelo ex-jogador de futebol chamado Gaúcho, em 12 de dezembro de 2001 na cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso. A equipe é uma das mais bem sucedidas do estado pois é o primeiro time mato-grossense a ser campeão da Copa Verde, em 2015 (depois voltou a vencer o torneio em 2019), o que lhe deu o direito de disputar a Copa Sul-Americana no ano seguinte, em 2016, outro fato inédito para o estado de Mato Grosso, que até então nunca tinha visto uma agremiação local jogar uma competição oficial internacional. Antes do auge até o momento, o Cuiabá precisou suspender as atividades entre os anos de 2006 e 2008.

Origem e início

A história do Cuiabá começou com Gaúcho, ex-jogador de futebol, que fundou a “Gaúcho Escola de Futebol”, na capital do estado de Mato Grosso. Tal escolinha de futebol era popularmente conhecida como “Escolinha do Gaúcho”. No ano de 2001, ele fundou o Cuiabá Esporte Clube para disputar os campeonatos amadores de categoria de base, colocando em seu brasão o obelisco do centro geodésico da América do Sul, pois, geograficamente, a cidade de Cuiabá é localizada no centro da América do Sul.

Em 2003, quando entra para o cenário do futebol profissional, o Cuiabá Esporte Clube chega à decisão do Campeonato Estadual de Mato Grosso, tendo como adversário o Barra do Garças. A final aconteceu no antigo Estádio José Fragelli (Verdão), com um público com cerca de mais de 10 mil torcedores. De forma inédita no futebol local, o Cuiabá Esporte Clube levantou o título de campeão mato-grossense em seu primeiro grande campeonato disputado. Uma estreia com o pé direito, não é mesmo?

Ainda no ano de 2003, participou da Série C do Campeonato Brasileiro onde ficou em primeiro lugar do seu grupo na primeira fase. Já na segunda fase, bateu o Palmas-TO no primeiro jogo, fora de casa, e no confronto de volta, no tempo regulamentar, perdeu pelo mesmo placar, levando a disputa aos pênaltis onde a equipe mato-grossense foi eliminada.

Em 2004, o bicampeonato do Estadual foi á luz, após derrotar o União de Rondonópolis, no Estádio Luthero Lopes. No mesmo ano, o clube verde e amarelo também foi vice-campeão da Copa Mato Grosso. Ainda neste ano, participou do Campeonato Brasileiro Série C e da Copa do Brasil. Oscar Conrado foi o técnico que comandou a equipe neste período. Em 2005, o Cuiabá Esporte Clube tornou a participar da Copa do Brasil.

A pausa de 2006 a 2008

Entre os anos de 2006 e 2008, insatisfeito com o excesso de autoridade da Federação Mato-grossense de Futebol e também alegando falta de recursos para continuar seu projeto em virtude da não renovação do contrato com seu patrocinador da época, o Cuiabá anunciou o licenciamento de suas atividades.

Retorno às atividades em 2009

Em 2009, o Cuiabá voltou ao cenário do futebol disputando a segunda divisão e conquistando o vice-campeonato do estado de Mato Grosso. No mesmo ano, a agremiação também chegou ao vice-campeonato da Copa Governador, título que foi vencido em 2010, depois de vitórias por 2 a 0 e 3 a 1 sobre o Operário de Várzea Grande. Dois anos depois, em 2011, a equipe disputou a Série D do Campeonato Brasileiro e garante o acesso à Série C de 2012. A conquista da vaga aconteceu após vencer os dois jogos das quartas-de-final contra o Independente de Tucuruí-PA, pelos placares de 2 a 0 e 4 a 2, respectivamente.

Já em 2012 foi vice-campeão estadual, contra o Luverdense, ao perder em Lucas do Rio Verde pelo placar de 1 a 0 e vencer o duelo em casa por 1 a 0. A decisão foi para os pênaltis e o Cuiabá foi derrotado por 4 a 3.

Outras conquistas

Em 2013, o Dourado novamente se consagrou campeão estadual sobre o Mixto, em jogo disputado no estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, disputa também feita em dois jogos no mesmo palco, com o mesmo número de torcedores: sete mil pessoas. No primeiro duelo, o Cuiabá perdeu por 1 a 0. Mas na volta, o Cuiabá foi com tudo para cima do Mixto buscando reverter o resultado e, embalado pela sua torcida que empurrou o time até o último minuto de jogo, venceu por 2 a 1, levando mais uma final aos pênaltis. Com o receio de repetir os mesmos erros da decisão anterior, os jogadores se concentraram num nível maior até que o goleiro Laênio defendeu três pênaltis, dando o título ao Dourado, campeão pela quarta vez, agota em cima do seu rival da baixada cuiabana.

Já no ano de 2014, o Cuiabá foi à final novamente, entretanto, desta vez, contra o recém promovido à Série B do Brasileirão, Luverdense. As duas partidas foram vencidas pelo Dourado por 1 a 0, conquistando o quinto título do estado.

Copa Verde e feitos inéditos para Mato Grosso

O Cuiabá conseguiu um feito histórico em 2015: ser o primeiro time de Mato Grosso a ser campeão da Copa Verde de Futebol, batendo o Club do Remo num jogo emocionante já na Arena Pantanal. Dessa forma, o clube classificou-se à Copa Sul-Americana de 2016, outro enorme fato para o estado ao ser o primeiro clube mato-grossense a jogar uma competição internacional.

Naquela edição da Copa Sul-Americana, o Cuiabá encarou a Associação Chapecoense de Futebol na primeira fase. Em Mato Grosso, a ida, o time da casa venceu por 1 a 0, mas em Santa Catarina, a Chape ganhou de 3 a 1, revertendo o placar e se classificando. Uma nota triste daquele campeonato internacional foi o acidente aéreo com a Chapecoense enquanto viaja à Colômbia para disputar a final contra o Atlético Nacional de Medellín.

Ainda em 2015, o Cuiabá derrotou o Clube Esportivo Operário Varzea-Grandense na decisão estadual e chegou ao sexto título em 10 participações. Um ano depois, em 2016, o Dourado não venceu o mato-grossense, no entanto, disputou Copa Verde, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e permaneceu na Série C do Brasileiro. No final da temporada, o time de base foi campeão da Copa FMF sub-21.

Em 2017, o Cuiabá novamente conquistou o troféu estadual. Despachou o Luverdense na semifinal e ergueu a taça contra o Sinop, em pleno estádio Gigante do Norte.

O ano de 2019 foi novamente especial para o Dourado, pois novamente ergueu o troféu de campeão da Copa Verde, em tal ocasião, vencendo o Paysandu Sport Club na decisão. A ida foi ruim para o Cuiabá, que perdeu por 1 a 0, mas a volta foi vencida pelos mato-grossenses também por 1 a 0. Nos pênaltis, 5 a 4 para o Cuiabá, que se tornou bicampeão do campeonato.

Títulos profissionais

  • Campeão Mato-grossense 9 vezes (2003, 2004, 2011, 2013, 2014, 2015, 2017, 2018 e 2019)
  • Campeão da Copa Verde (2015)
  • Campeão invicto da Copa Governador (2010)

Hino oficial do Cuiabá Esporte Clube

Cuiabá Esporte Clube
Time do meu coração
Nasceste predestinado
Para ser um grande campeão!

Legítimo representante da cidade verde
Da terra do sol
És guerreiro, és gigante
Na arte do futebol!

Auriverde da baixada
Suas cores lembram nossa tradição
Em cada gol, cada jogada
Reacende a chama da nossa paixão!

Refrão:
Cuiabá, Cuiabá, Cuiabá
Tens a valentia de um dourado
Em campo nos faz vibrar
No gingado do rasqueado

Composição: PESCUMA.

//