AFC Champions League conhece os primeiros classificados para o mata-mata
O maior destaque da rodada ficou por conta da sonora goleada do Al-Ain, um dos times já classificados, sobre o Lekhwiya: 5 a 0 (Foto: Divulgação / AFC)

Com início nesta terça-feira (15) e encerramento nesta quarta-feira (16), a penúltima rodada da fase de grupos da AFC Champions League confirmou a classificação de sete times para a fase de mata-mata do certame: Al-Shabab Riyadh, Al-Jazira, Foolad Khuzestan, Al-Ain, Al Ittihad, Pohang Steelers e Western Sydney. Confira os resultados da jornada e as chances de cada clube ir às oitavas-de-final.

GRUPO A

Al-Shabab Riyadh (Arábia Saudita) 2 x 1 Esteghlal (Irã)

Na capital da Arábia Saudita, o Al-Shabab suou para obter a classificação de forma matemática diante do Esteghlal. Saiu atrás com o gol de Borhani aos 12 minutos do segundo tempo, mas empatar graças a um gol de pênalti do brasileiro Fernando aos 37 e chegou à virada já nos acréscimos, aos 50, com Saeed Al Dosari.

Com o resultado, os sauditas foram a 12 pontos e estão na liderança do grupo A. Os iranianos (4) amargaram a eliminação precoce na ACL.

Outros brasileiros que estiveram em campo foram Rafinha, pelo time da casa, e Tony, pelos visitantes.

Al-Rayyan (Qatar) 2 x 3 Al-Jazira (Emirados Árabes Unidos)

O Al-Jazira saiu na frente no minuto final do primeiro tempo, com Barrada, mas permitiu a virada do Al-Rayyan na segunda etapa. Os catarenses balançaram as redes com Aiyegbeni, de pênalti, e Musa Haaron. Apesar do duro golpe, os visitantes não se abateram e buscaram o "vira-vira". Ele veio com os tentos de Ali Ahmed Mabkhout e Yong-Hyung Cho, sendo este um gol contra.

Com 10 pontos, o time do brasileiro Jucilei está garantido nas oitavas-de-final e decidirá a liderança da chave com o Al-Shabab na última rodada. Lanterna do grupo com apenas três pontos somados, a equipe de Nathan Otávio vive fase nada boa, tendo em vista que foi rebaixada no campeonato local.

GRUPO B

Foolad Khuzestan (Irã) 3 x 1 El Jaish (Qatar)

O Foolad Khuzestan é mais um que já está nas oitavas. O time de Leandro Padovani, Luciano Chimba e Leandro Chaves carimbou o passaporte depois de vencer o El Jaish de Anderson Martins, Wagner Ribeiro e Nilmar por 3 a 1, de virada.

Nilmar abriu o placar para os visitantes com 10 minutos de jogo, mas sua equipe não resistiu à pressão dos mandantes e acabou sofrendo o revés graças aos gols de Rahmani, Rezaei e Chimba.

Festa em dose dupla para os iranianos, que conquistaram a edição 2013-2014 do campeonato nacional e agora se veem no direito de sonhar com o título do continental. Mesmo com o revés, os catarenses continuam dependendo apenas de si mesmos para se classificarem. Basta empatar com o Bunyodkor, postulante à outra vaga da chave, na última rodada, em casa.

Bunyodkor (Uzbequistão) 3 x 2 Al-Fateh (Arábia Saudita)

Mais uma virada na rodada. No jogo em que quem ganhasse "matava" o adversário, quem levou a melhor foi o Bunyodkor, que bateu o Al-Fateh por 3 a 2. Os mandantes saíram na frente com Zoteev, mas ficaram atrás após Salomo Fuakuputu e Hamdan Al Hamdan irem às redes. Entretanto, não desistiram e conquistaram os três pontos com um gol atrás do outro: o de Shodiev, aos 38, e o de Rakhmatullaev, aos 40.

Agora, os uzbeques somam cinco pontos, três atrás do El Jaish, e precisam vencer o encontro com os catarenses na última rodada para passarem de fase. Com apenas dois pontos, os sauditas estão eliminados.

GRUPO C

Lekhwiya (Qatar) 0 x 5 Al-Ain (Emirados Árabes Unidos)

Campeão da Liga das Estrelas do Qatar, o Lekhwiya sucumbiu diante do Al-Ain e sofreu uma acachapante goleada de 5 a 0. Destaque para Asamoah Gyan, autor de dois gols. Com essas marcas, chegou a sete tentos e assumiu a ponta da artilharia do campeonato. Os outros três foram de autoria de Mohamed Abdulrahman, Diaky Ibrahim e Brosque.

Lanterna do grupo C com quatro pontos, o Lekhwiya foi despachado e viu o Al-Ain ir a 10 e se classificar.

Al Ittihad (Arábia Saudita) 2 x 0 Tractor Sazi (Irã)

Abdulfattah Asiri e Mukhtar Fallatah confirmaram a classificação do Al Ittihad (9) de Leandro Bonfim frente ao Tractor Sazi (5). Os iranianos tiveram o zagueiro Fakhreddini expulso e ainda viram o adversário desperdiçar um pênalti com o avançado Fahd Al Muwallad.

Na última rodada, os sauditas definirão a liderança do grupo com o Al-Ain.

GRUPO D

Al-Ahli Dubai (Emirados Árabes Unidos) 0 x 0 Al-Hilal (Arábia Saudita)

Em Dubai, o Al-Ahli de Grafite e Ciel, campeão da Premier League dos EAU, não saiu do zero com o Al-Hilal de Digão, vice-campeão da Pro League.

O empate sem gols manteve as equipes coladas na classificação: o Al-Ahli, líder da chave, tem sete pontos e o Al-Hilal tem seis - com o empate, caiu para terceiro.

Sepahan (Irã) 4 x 0 Al-Sadd (Qatar)

O Al-Sadd de Rodrigo Tabata está desandando na AFC Champions League. Sofreu a segunda goleada seguida no torneio e caiu para a lanterna do grupo D, estacionado nos cinco pontos. Depois de tomar 5 a 0 do Al-Hilal, os catarenses agora sofreram 4 a 0 do Sepahan, que foi a sete pontos e agora divide a liderança da chave com o Al-Ahli.

Sharifi abriu o caminho da vitória dos iranianos com dois gols. Sukaj marcou o terceiro e um gol contra assinalado por Ibrahim Majid completou o desastre dos visitantes.

GRUPO E

Cerezo Osaka (Japão) 0 x 2 Pohang Steelers (Coreia do Sul)

Myeong-Ju Lee inaugurou o marcador para o Pohang Steelers diante do Cerezo Osaka. A situação dos donos da casa ficou ainda mais difícil depois que o atacante Minamino foi expulso. Os sul-coreanos aproveitaram a vantagem numérica e fecharam a conta com Seung-Dae Kim.

Com a vitória, o Pohang agora soma 11 pontos e já está matematicamente classificado para o mata-mata. Com cinco pontos, o Cerezo protagonizará uma embolada luta com o Buriram United e o Shandong Luneng para obter a segunda vaga do grupo E nas oitavas-de-final.

Buriram United (Tailândia) 1 x 0 Shandong Luneng (China)

A partida disputada na Tailândia deu muita dor de cabeça ao técnico Cuca. Seus comandados foram derrotados pelo Buriram United pelo placar mínimo. O gol do confronto foi marcado por Hirano, aos 35 minutos da primeira etapa.

O Shandong Luneng de Vágner Love e Aloísio agora é o lanterna da chave, mas tem os mesmos cinco pontos do Buriram, que assumiu a vice-liderança, e do Cerezo Osaka, terceiro colocado. Na próxima - e última - jornada, o Shandong recebe o Cerezo e os tailandeses visitam o já classificado Pohang Steelers.

GRUPO F

Central Coast Mariners (Austrália) 0 x 1 FC Seoul (Coreia do Sul)

Num jogo para lá de dramático, os sul-coreanos do FC Seoul conquistaram a vitória diante dos australianos do Central Coast Mariners aos 47 minutos do segundo tempo. Hutchinson teve a infelicidade de marcar um gol contra no apagar das luzes.

O triunfo colocou o Seoul de Rafael Costa na liderança do grupo F com oito pontos e jogou os Mariners, que somam seis pontos, para a terceira posição.

Beijing Guoan (China) 2 x 2 Sanfrecce Hiroshima (Japão)

O Beijing Guoan abriu 2 a 0 sobre o Sanfrecce Hiroshima e estava encaminhando sua classificação para a próxima fase. Shao Jiayi e Guerrón haviam balançado as redes para o clube da capital chinesa. Entretanto, dois descuidos da defesa permitiram a reação dos japoneses, que arrancaram um valioso empate com um tento de Ishihara e um gol contra de Zhao Hejing.

Com a igualdade no marcador, o Beijing ficou com os mesmos seis pontos do Hiroshima - e dos Mariners também - e decidirá seu futuro na Liga dos Campeões da Ásia fora de casa, contra o líder Seoul. Já o Sanfrecce recebe o Mariners. Como pode-se ver, todos os integrantes da chave têm chances de classificação e eliminação, fato que representa tamanho equilíbrio no grupo.

GRUPO G

Melbourne Victory (Austrália) 2 x 0 Guangzhou Evergrande (China)

O Guangzhou Evergrande de Elkeson e Muriqui sofreu sua segunda derrota seguida na ACL ao perder para o Melbourne Victory por 2 a 0. Os gols saíram nos instantes iniciais e finais da peleja: Milligan abriu o placar aos dois minutos do primeiro tempo e Troisi liquidou a fatura aos 46 do segundo.

Apesar da derrota, os chineses lideram por ter vantagem nos critérios de desempate em relação aos demais times do grupo.

Yokohama Marinos (Japão) 2 x 1 Jeonbuk Motors (Coreia do Sul)

Longe de seus domínios, o Jeonbuk Motors de Kaio e Leonardo saiu na frente do Yokohama Marinos de Fábio Aguiar e do veterano Dutra com gol de Gyo-Wo Han aos oito minutos da etapa inicial. Contudo, cedeu a virada no segundo tempo. Saito foi o herói da noite e marcou um gol atrás do outro - o primeiro aos 19 minutos e o segundo aos 20.

Os resultados deixaram todas as equipes do grupo G incrivelmente empatadas com sete pontos. A chave vem sendo a mais movimentada e equilibrada da competição e só terá suas definições na última rodada. Se a AFC Champions League terminasse hoje, passariam de fase neste grupo o Guangzhou e o Jeonbuk.

GRUPO H

Ulsan Hyundai (Coreia do Sul) 0 x 2 Western Sydney (Austrália)

Bridge e Santalab garantiram a vitória do Western Sydney sobre o Ulsan Hyundai em plena Coreia do Sul e deixaram os australianos na liderança da chave, com os mesmos nove pontos do Kawasaki Frontale.

Estacionado com sete pontos, o Ulsan de Almir e Rafinha necessita vencer o Kawasaki fora de casa para passar de fase. Vice-campeão da A-League, o Western Sydney já está garantido nas oitavas por não poder mais ser alcançado pelo Guizhou Renhe e só poder ser ultrapassado por apenas um time na tabela.

Guizhou Renhe (China) 0 x 1 Kawasaki Frontale (Japão)

O Guizhou Renhe deu adeus às chances de classificação para o mata-mata da ACL depois de ser derrotado por 1 a 0 pelo Kawasaki Frontale. O gol da vitória japonesa foi marcado por Nakamura.

Com o triunfo, o Kawasaki agora depende só de si para obter lugar na fase seguinte.

Fotos: Divulgação / AFC, Uzbequistan News, Bein Sports, Tasnim News, Ashley Feder / Getty Images, Fox Sports Australia, goal.com

VAVEL Logo