River Plate vence San Lorenzo e conquista o Supercampeonato Argentino 13/14
Foto: Divulgação/River Plate

Neste sábado (24), o River Plate, campeão do Torneo Final, venceu a Superfinal Argentina após vencer o San Lorenzo, campeão do Torneo Inicial, por 1 a 0.

No primeiro tempo, o River ficou com a bola, mas o time do Papa era rápido e puxava contra-ataques perigosos. San Lorenzo, o único clube argentino que está vivo na Copa Libertadores da América, teve oportunidades para sair na frente do marcador. Porém, o ataque do Ciclón não conseguia balançar a rede do Barovero, que salvou o maior campeão do Campeonato Argentino.

Na segunda etapa do jogo, o River tomou conta das ações. O campeão do Torneo Final poderia ter marcado antes, com Simeone, mas o jogador não alcançou a bola. De tanto atacar, os Millonarios conseguiram marcar o único gol da partida aos 27 minutos, com Pezzella.

Com a conquista do Campeonato Argentino 2013/14, o River conseguiu se classificar para a Copa Sul-Americana, que começa neste ano, no segundo semestre.

River Plate fica mais com a bola, mas o San Lorenzo cria as melhores chances

O jogo começou com muita correria para o lado do San Lorenzo. Aproveitando os erros do River Plate, o Ciclón puxava contra-ataques perigosos. A primeira grande chance de gol do San Lorenzo ocorreu ainda no início da partida, quando Villalba driblou a defesa adversária e foi desarmado por Maidana dentro da área.

Aos 10 minutos o campeão do Torneo Inicial assustou o River. Correa avançou com a bola após um escanteio mal cobrado, mas acabou sendo desarmado por Vangioni. Após Néstor Ortigoza ser derrubado, Romagnoli bateu uma falta perigosa, mas o arqueiro dos Millonarios fez uma boa defesa.

Aos 20 minutos, Barovero fez uma grande defesa e mais uma vez salvou o campeão do Torneo Final mais uma vez, após uma nova finalização de Romagnoli. O natural de Buenos Aires chutou no canto do goleiro do River após receber de Correa, que tropeçou e conseguiu tocar para o companheiro de time.

A primeira grande chance do time de branco e vermelho aconteceu aos 35 minutos, depois que Lanzini driblou e chutou rasteiro no canto do goleiro Torrico. A bola passou muito perto e quase saiu o primeiro gol da partida. Perto do final do primeiro tempo, o jogo ficou lá e cá, sem grandes chances para as duas equipes.

Criando as melhores chances, River Plate abre o placar e confirma o título

Nos primeiros 15 minutos, o River Plate comandava. A primeira chance de gol dos Millonarios foi aos 7 minutos do segundo tempo, depois que Roja cruzou para dentro da área e Simeone não alcançou. Depois de 5 minutos, o River quase marcou, mas a posição do Simeone estava irregular. Lanzini, ex-Fluminense, driblou e tocou para Simeone, que chegou a finalizar, mas estava impedido.

Após um cruzamento na área, Correa dominou, girou e bateu, mas Barovero voltou a salvar o clube bicampeão da Libertadores. Aos 27 minutos do segundo tempo, para a felicidade da torcida dos Millonarios, Pezzella marcou o gol do River de cabeça, depois de um cruzamento do ex-jogador do Fluminense.

Ao tomar o primeiro gol, o San Lorenzo começou pressionar o clube adversário, mas sem êxitos. Aos 41 minutos do segundo tempo, Buffarini manda a bola para o meio da área, mas ninguém aparece para dar o último toque.

Nos últimos minutos da partida, o San Lorenzo subia desesperadamente para o ataque, tentando ligações direta da defesa para o ataque. Enquanto o campeão do Torneo Final se defendia e dava chutões.

Confira o gol do título:

No vídeo abaixo, veja a entrega da taça:

VAVEL Logo