Goleiro suíço Benaglio pede apoio da torcida brasileira: ''Dá para sentir a rivalidade Brasil e Argentina''
O goleiro do Wolfsburg gostaria que a atmosfera do estádio fosse suíça (Foto: Reprodução/Reuters)

Após vencer a seleção de Honduras por 3 a 0 e conquistar uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo, o goleiro Diego Benaglio, da Suíça, quer contar com o apoio da torcida brasileira contra a seleção da Argentina. O arqueiro titular da seleção suíça espera que os brasileiros lembrem da rivalidade contra os argentinos e apoiem a Suíça no confronto da próxima terça-feira (01), às 13h, na Arena Corinthians.

"Vamos ter o apoio dos torcedores brasileiros no estádio. Dá para sentir a rivalidade Brasil e Argentina'', comentou. 

O goleiro do Wolfsburg também comentou que seria importante se a atmosfera da Arena Corinthians fosse suíça. "Seria bom se fosse um jogo com atmosfera suíça'', disse.

Benaglio ainda comentou sobre o talismã e capitão da seleção argentina. Lionel Messi, que fez quatro gols e divide a artilharia com Neymar e Thomas Müller, está desempenhando um papel importante pela seleção bicampeã do mundo e marcou gols nos três primeiros jogos. O goleiro de 30 anos admitiu que é difícil de antecipar o que um jogador de qualidade como Messi vai fazer.

"Estamos nos preparando para ele como nós faríamos contra qualquer outro jogador. Mas é claro que será difícil de anular Messi completamente'', analisou. ''Você pode ver muitos vídeos do Messi, mas quando ele fizer algo surpreendente no momento crucial, ele terá sido em vão'', finalizou.

Outro atleta suíço que comentou sobre o craque do Barcelona foi Granit Xhaka, do Borussia M. Gladbach. Quando perguntado se a seleção da Argentina é favorita, o jogador de 21 anos afirmou e disse que com Messi em campo, tudo é possível. 

"Claro que a Argentina é a favorita. Mas isso certamente significa que não temos absolutamente nada a perder agora. Queríamos mostrar uma reação após a derrota por 5 a 2 para a França. E nós conseguimos com a vitória por 3 a 0 sobre Honduras. E com Messi em campo, tudo é possível'', disse.

VAVEL Logo