Após eliminação, Bougherra destaca orgulho por campanha histórica

Em uma Copa do Mundo de protagonistas improváveis, a Argélia vendeu caro a eliminação para a Alemanha, ao perder na prorrogação por 2 a 1 nas oitavas, no Beira-Rio, nesta segunda-feira (30). Após a derrota, Madjid Bougherra destacou a campanha histórica da equipe. No Brasil, o time se consagrou ao avançar pela primeira vez para a segunda fase do Mundial.

"Eu estou orgulhoso da partida que fiz, das pessoas, de toda a equipe. Trabalho duro. Acho que a gente mostrou ao mundo que a Argélia tem uma grande equipe e tem de ser respeitada. o valor dos jogadores argelinos tem de aumentar", disse o zagueiro.

A evolução citada por Bougherra é comprovada pelo desempenho da última Copa. Em 2010, a Argélia deixou o torneio como lanterna do Grupo C, que tinha Estados Unidos, Inglaterra e Eslovênia. O time terminou com duas derrotas e um empate.

"É uma grande experiência para a equipe. Nós vínhamos de experiências negativas e a gente pôde fazer algo para melhorar. Temos cinco ou seis anos para melhorar. Estou ficando velho mas espero ainda poder acompanhar o time", afirmou Bougherra, de 31 anos.

Agora, a Alemanha faz clássico de campeãs mundiais com a França, na sexta-feira (4), às 13h, no Maracanã. Os franceses avançaram ao eliminarem a Nigéria, também nesta segunda (30).

VAVEL Logo