Lyon x PSG: rivalidade feminina que ascendeu no cenário internacional

Na próxima quinta-feira (1º) às 15h45, o Olympique Lyonnais e o Paris Saint-Germain irão protagonizar um embate francês na finalíssima da Uefa Women’s Champions League, no Cardiff City Stadium, no País de Gales. Esta será a primeira vez que este duelo acontecerá na grande decisão, ascendendo uma sadia rivalidade.

Lyon e PSG se credenciaram para esta final como os dois melhores times da Europa e que, ultimamente, vêm disputando grandes duelos regionais, fazendo crescer ainda mais a rivalidade. Nas últimas semanas, realizaram dois confrontos bastante movimentados, onde a equipe lyonnais levou a melhor em ambos. Primeiro no Campeonato Francês (3 a 0) e depois, na final da Copa da França (1 a 1 no tempo regulamentar e 7 a 6 nas penalidades).

Os dois times já se enfrentaram em 42 oportunidades, sendo a primeira vez em 1994 e o Lyon tem ampla vantagem, onde acumulam 30 vitórias, já as parisienses conquistaram apenas três triunfos e o duelo ainda conta com nove empates.

Porém, o investimento nas duas equipes vem de épocas distintas, enquanto o Lyon fez crescer seu futebol desde 2004, o PSG passou a incomodar seus principais adversários há poucos anos, quando o bilionário catari Nasser Al-Khelaifi comprou o clube em 2011.

Massacre do Lyon marcou o último confronto na UWCL (FOTO: Divulgação/UEFA)
Massacre do Lyon marcou o último confronto na UWCL (FOTO: Divulgação/Uefa)

Se o domínio lyonnais no confronto, em terras francesas, é notório, não podemos dizer que isto ocorre também na principal competição da Europa, já que ambos os times somam uma eliminação cada, diante do rival.

Na temporada 2014/15, o PSG derrotou o Lyon por 2 a 1 no agregado, nas oitavas, entrando de vez no cenário internacional e elevando a rivalidade, todavia o troco veio no ano seguinte, onde o Lyon atropelou o PSG por 8 a 0 na soma das duas partidas, nas semifinais.

Nesta importante disputa, dez jogadoras que estarão na grande decisão já vestiram as duas camisas e conhecem os dois lados do embate. São elas, Laura Georges (única a marcar pelos dois times no confronto), Shirley Cruz-Traña (que já capitaneou as duas equipes), Eve Périsset, Camille Abily, Jessica Houara, Kheira Hamraoui, Kenza Dali, Josephine Henning, Aurélie Kaci e Caroline Seger. Já a artilheira do duelo, é a francesa Sandrine Brétigny, que marcou 11 gols.

Quem também conhece perfeitamente os dois times é o técnico parisiense Patrice Lair, que já provou o sabor de levantar o troféu de campeão por duas oportunidades com o Lyon, em 2011 e em 2012. Desta vez, pelo PSG, o francês tentará se tornar o primeiro treinador da história a conquistar por dois clubes diferentes, a taça mais importante do continente europeu, colocando fogo ainda mais nesta final.

VAVEL Logo