Deschamps lamenta derrota no último lance contra a Suécia: "Uma catástrofe"
Foto Divulgação/FFF

Nesta sexta feira (9), Suécia e França se enfrentaram na Friends Arena pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018. Depois de abrir o placar com belo gol de Giroud, os franceses levaram a virada, com gols de Durmaz e Toivonen, este no último minuto da partida, após falha do goleiro Hugo Lloris.

Após o jogo, o técnico Didier Deschamps lamentou o resultado: "O empate não seria o ideal, mas já seria um bom ponto, pois deixaria a Suécia atrás de nós, o que não é mais o caso. Tivemos chances no final do jogo, mas não marcamos", disse o treinador.

Ele explicou sua proposta para o fim da partida: "A ideia era trazer a velocidade no final do jogo. Quando Thomas (Lemar) e Kylian (M'Bappé) entraram trouxeram dinamismo. Suécia estava cansada, ela recuou. Tivemos menos problemas no segundo tempo". O técnico sacou Griezmann e Payet e colocou os dois velocistas.

"Foi uma catástrofe. Não vamos sobrecarregar Lloris, ele foi decisivo em outros momentos.  Ele sabe que isso é sua culpa. Custou nos a derrota", comentou Deschamps, que buscou olhar para frente: "Perder dói, desta maneira ainda mais. A partida em 31 de agosto contra a Holanda, no Stade de France será importante. Será ainda mais. Mesmo derrotado, eu não mudo o objetivo para o jogo de terça-feira contra a Inglaterra. Haverá mudanças, com certeza"

A Seleção Francesa jogará a última partida desta Data Fifa contra Inglaterra, na próxima terça feria (13), no Stade de France. A Suécia lidera o Grupo A das Eliminatórias da Uefa com 13 pontos, mesmo número da França que perde no saldo de gols. Os bleus pegam a Holanda no dia 31 de agosto.

VAVEL Logo