Wenger revela falta de progresso nas conversas sobre renovação com Sánchez

O técnico Arsène Wenger revelou, em entrevista coletiva realizada ontem (16), que não há avanço nas negociações envolvendo a renovação de contrato do atacante Alexis Sánchez com o Arsenal.

"Ele está indo para o último ano de seu contrato. Não há progresso nas conversas para discutir a extensão do vínculo", disse o treinador.

"Nós não estamos errados (na decisão de mantê-lo por mais um ano). Não é uma situação ideal, levando em conta o aspecto financeiro, e isso demanda algum sacríficio", admitiu.

Em contrapartida, ele acrescentou dizendo que o clube não jogou a toalha para as negociações de um novo acordo com o chileno. "Isso não significa que os jogadores que estão no ano final de seus vínculos, não irão estendê-los. Você ainda tem a possibilidade e nós vamos trabalhar para isso também."

Mesmo com Wenger sendo enfático na decisão de manter o camisa 7, as especulações de uma possível saída dele ainda existem, há 14 dias do fechamento da janela. Aos 28 anos, Alexis desembarcou em Londres após a Copa do Mundo de 2014 contratado junto ao Barcelona por € 42,5 milhões. O atacante tem, no total, 72 gols marcados em 144 jogos disputados com a camisa do clube londrino. Ele é a terceira contratação mais cara da história dos Gunners, ficando atrás dos € 47 milhões pagos ao Real Madrid pelo alemão Mesut Özil e dos € 53 milhões pelo recém contratado Alexandre Lacazette, vindo do Lyon.

"A chance de ele (Sánchez) sair de graça no ano que vem é consequência do que eu disse, infelizmente. Mas nós temos que fazer uma opção entre a eficiência dentro de campo e o interesse financeiro e, se você puder garantir um bom compromisso na maior parte do tempo, isto acaba sendo a melhor escolha. Neste caso, eu acho que vou priorizar o fato de que ele será útil para a equipe", concluiu Wenger.

VAVEL Logo