Lukaku põe fim à polêmica sobre música exaltando seu pênis: "Precisamos parar"
Foto: Alex Livessey

O belga Romelu Lukaku do Manchester United deu um fim a toda polêmica envolendo uma música criada por torcedores em referência ao seu pênis. O atacante usou o twitter oficial do clube para deixar apenas uma frase onde ele exalta o grande apoio que vem recebendo das bancadas, mas pedindo para parar com o cântico criado por alguns torcedores do clube. 

"O apoio dos fãs tem sido maravilhoso desde que cheguei ao Manchester United. Os torcedores tiveram boas intenções com suas músicas, mas precisamos parar e seguir em frente, todos juntos. Tem que haver respeito um pelo outro", lê-se. 

A música inspirada em Made of Stone da banda de rock inglesa Stone Roses tem causado controvérsia entre torcedores, sendo considerada por muitos racista. Tanto que a organização Kick It Out, que trabalha em vários setores do futebol buscando acabar com a discriminação, se posicionou contra. Além da organização, a própria equipe do Manchester United disse em comunicado que "tem tolerância zero com todas as formas de discriminação". 

A ação já foi tomada logo na partida contra o Bolton pela Copa Carabao. Em suas redes sociais o time que "ações serão tomadas contra qualquer comportamento ofensivo", lembrando os torcedores do compromisso do clube com a inclusão.

Os políciais da partida foram informados sobre o assunto antes da partida e se prepararam para agir quando necessário, para lidar com os grupos de torcedores que executassem o canto. Na metade do primeiro tempo, chegou a ser ouvido Made of Stone no Old Trafford, com alguns fãs cantando sobre Lukaku, porém, foi percebido mudanças dos termos utilizados, com isso não houve prisões ou reclamações à polícia.

VAVEL Logo