Interino da Itália, Di Biagio comemora empate contra Inglaterra: "Tivemos caráter"

O empate em 1 a 1 entre Inglaterra e Itália nesta terça-feira (27), em Londres, foi comemorado pelos italianos. Após sair perdendo, a Itália buscou o resultado e igualou o placar com gol de Lorenzo Insigne, de pênalti. Para o técnico interino Luigi Di Biagio, a Azzurra foi superior durante todo o jogo e, com o resultado adverso, demonstrou muita personalidade e caráter.

"Nós fomos muito mais consistentes durante o jogo. Tivemos apenas alguns erros com a posse de bola. Mas fomos muito corajosos, em um Wembley com mais de 80 mil pessoas. Óbvio que o resultado positivo ajudaria, mas eu estou satisfeito com o desempenho da equipe. Se as pessoas não veem as coisas acontecendo direito, elas vão falar em caráter. E podem ter certeza que este time teve de sobra", afirmou.

Quem também viu o empate com bons olhos foi o goleiro Gianluigi Donnarumma. Titular no jogo de hoje, a jovem promessa do Milan afirmou que a Itália vem trabalhando duro e que o resultado renovou o ânimo no vestiário italiano.

"O resultado trouxe entusiasmo, porque chegamos nesse jogo depois de muitas dificuldades. O empate nos dá ânimo para seguir em frente. Eu gosto demais da seleção. Somos um bom grupo, estamos trabalhando duro, melhorando. E este resultado nos ajuda muito", disse Donnarumma.

Vítima do pênalti cometido pelo zagueiro James Tarkowski, Federico Chiesa também demonstrou confiança com o resultado. O atacante da Fiorentina acredita que Itália desperdiçou muitas chances, e que poderia ter saído de Wembley com uma vitória.

"Se marcássemos pelo menos um dos gols que perdemos, a situação seria completamente diferente. Estávamos com o controle do meio de campo até a Inglaterra marcar num erro nosso. O que importa é que não mudamos a nossa postura", afirmou o atacante.

Após os amistosos contra Argentina e Inglaterra, a Itália segue em busca de um técnico. Apesar dos bons jogos sob o comando de Di Biaggio, a Federação Italiana segue em busca de um novo nome. Carlo Ancelotti, Roberto Mancini e até uma possível volta de Antonio Conte são especuladas. Porém, fatores financeiros são considerados impeditivos para a contratação de qualquer um dos três nomes.

VAVEL Logo