1-0, min 67, Maxi Gómez. 2-0, min 88, Aspas.
Celta de Vigo derrota Barcelona e respira na luta contra rebaixamento da La Liga
Divulgação/Celta de Vigo

Celta de Vigo derrota Barcelona e respira na luta contra rebaixamento da La Liga

Time da casa resolveu a partida no segundo tempo e causou a terceira derrota do campeão na temporada

agnesrigas
Agnes Rigas
Celta de VigoRubén Bianco; Hugo Mallo; Cabral; Araújo; Lucas Ozala; Bodebouz; Okay; Lobotka; Boufal; Aspas e Maxi Gómez.
FC BarcelonaCillessen; Vermaelen; Umtiti; Todibo; Moussa Wagué; Aleña; Arthur; Ricard Puig; Malcom; Boateng e Dembélé
INCIDENCIASPartida válida pela 36° rodada Campeonato Espanhol, no estádio Balaídos na cidade de Vigo. na Espanha.

Na tarde deste sábado (04), o Celta de Vigo venceu por 2 a 0 o Barcelona, pela 36° rodada da La Liga. Em uma partida onde a partição do VAR foi crucial para o andamento do jogo, o time da casa causou a terceira derrota dos Culés nesta temporada e ainda conseguiu respirar na lita contra o rebaixamento.

No primeiro tempo a equipe da Catalunha teve a posse de bola a todo instante. Mesmo com o elenco que entrou em campo bem modificado, o visitante não alterou nenhuma de seus estratégias. Ainda teve algumas ações mais perigosas, mas nenhuma em que realmente poderia abrir o placar de verdade.

Com o Celta precisando de um resultado positivo para escapar de qualquer chance de rebaixamento, tem a proposta de esperar por um erro do seu oponente para que através disso, possa arquitetar  um grande contra ataque pegando o time desmontado.  Mas jogando contra o campeão, essa tarefa não será tão fácil assim, o Barcelona não deu muitas chances, a primeira etapa acabou sem gols, deixando a emoção para a segunda parte do jogo.

Sabendo que a vitória seria a única opção para afastar o fantasma, o celeste estava determinado a conseguir os três pontos. Não se deixando abalar sobre quem estava enfrentando, o time logo após a o início do segundo tempo, marcou um gol que dava esperança ao clube.

Mas o VAR entrou em ação, identificando um impedimento do atacante do time mandante. Mas mesmo com a anulação, o Celta se viu mais dedicado para correr atrás do resultado. E foi aos pés de Maxi Gómez, com uma bela finalização, que o torcedor pode ir a loucura no estádio de Balaídos.

Ainda acreditando que poderia buscar o empate, o Barcelona tentou entrar na partida de novo, tentando envolver novamente o adversário, mas somente jogadas sem fundamentos foram executadas, e era exatamente isso que o mandante gostaria que acontecesse. Para liquidar o jogo, nos últimos minutos, também com a ajuda do VAR, um pênalti foi marcado para o time da casa. Com Aspas marcando 2 a 0, o time volta a respirar e ainda pode sonhar com a sua permanência na primeira divisão do Campeonato Espanhol.

VAVEL Logo