Em jogo polêmico, Real Madrid bate Real Sociedad e vira líder da LaLiga
Foto: Divulgação/Real Madrid

A LaLiga tem nova liderança! O Real Madrid triunfou diante da Real Sociedad por 2 a 1 fora de casa, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol. Após uma primeira etapa sem emoções, o jogo abriu no segundo tempo e os madridistas foram mais felizes.

Partida contou com polêmicas e contestações por parte da imprensa local às ações do VAR, que, segundo repercutem, teriam favorecido incorretamente aos merengues.

Os gols foram de Sergio Ramos e Benzema, pelo Real Madrid, enquanto Merino descontou a favor da Real Sociedad. Com a vitória, o Real Madrid foi a a 65 pontos – mesma pontuação do vice Barcelona. O time do país basco, por sua vez, chega ao seu quarto jogo sem vencer na competição e fica na 6ª colocação, com 47.

Faltaram concretizações

O Real Madrid teve muita dificuldade diante do bom Real Sociedad. Essa incapacidade de objetivar suas jogadas ficaram explícitas em apenas uma boa oportunidade – ocorrida só aos 42’ -, quando Vinicius Araújo cortou para o meio e finalizou para a defesa de Romiro. 

Antes disso, Benzema até entrou pela esquerda e chutou cruzado, aos 32’, mas o goleiro adversário teve fácil defesa. O time do país basco não conseguiu colocar Courtois para trabalhar, que não teve nenhuma defesa. O meia Zubeldia arriscou de longa distância após sobra, 38’, sendo uma das duas finalizações sem rumo por parte do clube.

A primeira etapa terminou sob 57% do time de Madrid, que tinha a nítida estratégia de usufruir da verticalidade e velocidade de Vinicius Araujo, que penou em achar espaço na defesa adversária.

Equipes acham espaço e Real leva a melhor

Os times apresentaram um parâmetro oposto ao anterior, tornando a partida atrativa, de duas equipes que mostraram no decorrer do torneio qualidade técnica. Num ‘la é cá’ desde o início do segundo tempo, já houve o primeiro gol do jogo.

Aos 47’, o árbitro marcou penalidade para o Real Madrid, quando Vinícius Júnior partiu em vertical da esquerda para o meio. Ele costurou, fez fila e sofreu um toque de Llorente na perna direita ao finalizar. Sergio Ramos cobrou a penalidade no canto esquerdo de Ramiro, quem nem saiu para a foto.

Pelo lado da Real Sociedad, era a joia Isac quen prosseguia tentando partir individualmente, quem àquela altura, mais incomodava pela equipe do país basco. Depois de outra finalização dos merengues, aos 61’, em jogada característica de Toni Kroos, que chutou do meio da rua e obrigou Remiro defender, os mandantes mudaram sua postura.  

Por duas vezes seguidas, com 63’, Real Sociedad teve suas finalizações travadas: primeiro com Odegaard e depois Monreal, permanecendo com que Courtois não sujasse o uniforme. De fato, a partir dos 60’, o time que luta por Champions League passou a imprimir um ritmo de jogo a ponto de afunilar o adversário, porém o bloqueio merengue impedia de chegar até um trabalho do goleiro belga.

A pressão de Real Sociedad gerou certo resultado aos 67’. O clube teve um gol impedido em escanteio cobrado curto, em que Januzaj arriscou de longe e Merino teria atrapalhado a visão do goleiro belga, em lance polêmico e de interpretação.

Em cenário que os madridistas eram inferiores, o lateral Carvajal conseguiu realizar um cruzamento alto. Benzema dominou com ombro, ajeitou e converteu no segundo, em lance que havia analisado possível toque de braço pelo VAR.

A boa aparição da Real Sociedad na segunda etapa gerou um diminuo na vantagem. Com 83’, no cruzamento de Roberto López pela esquerda, Merino recebeu no segundo pau, dominou e chutou forte para diminuir a vantagem e tornar este o placar final.

Favorecimento ao Real da capital? 

Diários espanhóis repercutem a penalidade encima de Vinícius Júnior, o impedimento de Merino - em que teria dificultado a visão do goleiro - na finalização de Januzaj e também o domínio no gol de Benzema - que poderia ter dominado no braço.

Vitória dos madridistas era necessária para que o clube garanta a liderança na rodada. 

VAVEL Logo