Gasperini elogia versatilidade da Atalanta após 'teste de maturidade' contra Napoli
Foto: Divulgação/Atalanta BC

A Atalanta recebeu o Napoli na tarde desta quinta-feira (2), no Gewiss Stadium, pela 29ª rodada do Campeonato Italiano, e venceu por 2 a 0. Com a vitória, o time de Bérgamo soma 60 pontos e se consolida no quarto lugar, com 12 de vantagem para a Roma. Pasalic e Gosens marcaram os gols da partida.

O técnico da Atalanta, Gian Piero Gasperini, destacou o excelente trabalho e a versatilidade da equipe, que atuou um pouco diferente de sua característica.

"Tivemos um excelente jogo. Jogamos mais baixo do que o habitual, mas não tivemos grandes dificuldades, não demos grandes chances. Foi um teste de maturidade e a demonstração de que, se jogarmos menos, sabemos defender, fizemos muito bem fechando todos os espaços e o número de ocasiões ainda estava a nosso favor. No segundo tempo, com dois gols em poucos minutos, fechamos o placar".

O técnico também falou do bom desempenho que a equipe está tendo no Italiano, mas não nega que o time pensa nas quartas de final da Liga dos Campeões - a Atalanta ainda não tem adversário definido para a próxima fase da competição.

"Pensamos bastante na Liga dos Campeões, é inútil negar, mas no momento o campeonato é fundamental, porque nos garante participação na Liga dos Campeões no próximo ano. No ano passado, fechamos com 9 vitórias e 4 empates no campeonato. Nos últimos 13 jogos, este ano podemos repetir. Há um ano, houve um pouco mais de competição com equipes importantes, este ano temos uma vantagem melhor. Na Liga dos Campeões, jogaremos em agosto, mas somente com o crescimento contínuo e a maturidade no campeonato poderemos aumentar nossas chances. É muito difícil, porque a competição é de um nível assustador, mas crescemos, e quando chegar a hora, tentaremos chegar da melhor maneira possível. Queremos chegar lá bem, a única coisa que me preocupa é, nesses nove jogos, recuperar Ilicic e não ter nenhum tipo de lesão. Então, quando chegar a hora estaremos prontos para dar o máximo. É uma oportunidade única", ressalta.

Gasperini lamentou a ausência do público nos estádios, que ainda está proibida devido a pandemia, e que sente a falta do apoio e da energia dos torcedores.

"Lamento não haver público, um momento complicado, porque imagino em jogos como hoje, o da Lazio ou da Liga dos Campeões, que teria havido uma participação extraordinária. Sei que todos comemoram em casa, sentimos o apego, mas o futebol sem o público perde muito".

O técnico também não hesitou em elogiar o atacante Alejandro Gómez pelo seu alto desempenho nos jogos.

"Ele (Gomez) é muito bom em tudo, eu não fiz nenhuma alteração porque ele e Pasalic cobriram muito bem e nos permitiram ter um bom posicionamento. Papu (Gomez) tem uma continuidade extraordinária, ele é um jogador de ponta. Dependendo dos momentos da partida, pode tornar o meia-atacante ou jogar mais avançado, pode cobrir muitos papéis, é um jogador universal, nos dá equilíbrio e imaginação, que precisamos agora sem Ilicic, que até a paralisação, foi extraordinário e planejamos recuperar, porque também nos dá soluções diferentes".

A Atalanta volta a campo no próximo domingo (5) contra o Cagliari, na Sardegna Arena, às 14h30.

VAVEL Logo