Com campanhas irregulares, Udinese e Lazio duelam por recuperação na Serie A

Foto: Divulgação/SS Lazio

Será que ainda dá para a Lazio levar o Scudetto? Nesta quarta-feira (15), a equipe da capital italiana viaja ao norte da Itália para encarar a Udinese no Estádio Friuli, às 16h45 (horário de Brasília), pela 33ª rodada da Serie A 2019-2020. O time de Údine soma 35 pontos e está na 15ª colocação na tabela, já os biancocelesti estão no quarto lugar, com 68 pontos ganhos.

No histórico do confronto, os visitantes saem na frente: foram 42 vitórias da Lazio, 25 vitórias da Udinese e 19 empates em 86 jogos. O time da capital também leva a melhor nos gols marcados: foram 139 tentos da Lazio, uma média de 1,62 gol/jogo, contra 108 da rival, uma média de 1,26 gol/jogo. A Udinese terá que quebrar a banca de apostas para voltar a vencer o time de Simone Inzaghi após 11 partidas.

Udinese busca livramento da degola

E estava encaminhando uma reta final mais tranquila ao somar sete pontos contra Roma, Sampdoria e SPAL. Porém, na última rodada, o revés veio contra a Sampdoria por 3 a 1. O time de Údine foi ultrapassado pela própria Samp na tabela com essa derrota, mas ambas as equipes somam 35 pontos. Ou seja, a Udinese terá que abrir o olho, pois o Lecce, primeiro time na zona de rebaixamento, está a apenas seis pontos atrás faltando seis rodadas para o fim. O técnico Luca Gotti terá a ajuda capitão Kevin Lasagna par superar o favoritismo do outro lado. O atacante marcou seis gols nos últimos seis jogos dos bianconeri, tendo passado em branco apenas no primeiro jogo desde a volta do futebol, contra a Fiorentina.

Além do goleador, o torcedor brasileiro também poderá ficar de olho em alguns outros nomes. A Udinese conta com quatro brasileiros no seu elenco: o goleiro Nicolas, os zagueiros Rodrigo Becão e Samir e o ex-volante da seleção Wallace. Contudo, o ex-Bahia Rodrigo Becão é o único que deve iniciar a partida entre os titulares. Após a derrota contra a Sampdoria, Gotti foi só elogios à forma física do capitão Lasagna.

"Devo dizer que, mesmo após o apito final, senti que ele ainda estava bastante inteiro enquanto os demais jogadores estavam evidentemente mais cansados" disse o técnico da Udinese.

Provável escalação: Musso; Rodrigo Becão, De Maio e Nuytinck; Larsen, De Paul, Jajalo, Fofana e Sema; Okaka e Lasagna.

Deslizes na reta final da Serie A

A torcida estava, com todo direito, em lua de mel com as atuações da Lazio antes da paralisação do futebol. Porém, não se pode dizer o mesmo sobre o desempenho recente dos biancocelesti. Dos últimos seis jogos, a Lazio venceu apenas dois, saindo derrotada nos outros quatro. No futebol não existe "se", isso é um fato, mas nem por isso o torcedor laziale se lamenta menos pelos 12 pontos que foram deixados pelo caminho. Atualmente, o time da capital está à 8 pontos da líder Juventus. Esteja como for a fase da equipe, esse é um jogo para vencer e ganhar fôlego na briga pelo título, ainda que esteja distante.

A retomada do bom momento deve passar pelos pés de dois jogadores: o artilheiro Ciro Immobile e o garçom Luis Alberto. O atacante italiano participou de 36 (29 gols e sete assistências) dos 68 gols da equipe na Serie, o que representa mais da metade dos tentos de Lazio. Já Luis Alberto contribuiu em 21 (seis gols e 15 assistências). Em coletiva de imprensa nesta terça-feira (14), o técnico Simone Inzaghi destacou que, apesar da posição na tabela, a rival deve ser respeitada.

"Estou convencido de que faremos um ótimo jogo em Údine, mesmo que não seja fácil. A Udinese tem um grande treinador e excelentes jogadores; eles mereciam mais pontos (na tabela). Estão em um bom momento, por mais que tenham sido derrotados contra a Sampdoria. Eles estarão motivados para se garantir na primeira divisão", admitiu o treinador.

Provável escalação: Strakosha; Luiz Felipe, Acerbi e Radu; Lazzari, Milinković-Savić, Cataldi, Luis Alberto e Jony; Immobile e Caicedo.

VAVEL Logo