Antonio Conte comemora pontuação da Inter na Serie
A: "Números não vistos há muito tempo"
Foto: Divulgação/Internazionale

A Inter de Milão venceu a Atalanta de 2 a 0 na tarde deste sábado (01), a partida que foi disputada no estádio Atleti Azzurri D’ Italia e válida para a 38ª rodada do Campeonato Italiano.  

A Inter que fez uma partida bonita na casa do Atalanta, contou com Danilo D’Ambrosio e Ashley Young marcando aos 20 minutos do primeiro tempo. Com a vitória, os nerazzurri somam 82 pontos e se consolidam na segunda posição do campeonato.

Em entrevista coletiva, o técnico do Inter, Antonio Conte, disse estar satisfeito com a vitória e desabafou sobre o ano duro que a equipe teve, falou sobre as críticas e a falta de proteção que não teve do clube.

"Para nós, foi um ano muito difícil e difícil de todos os pontos de vista, incluindo os pessoais. Assim que possível, muitas críticas foram feitas. Não gostei do que foi feito com esses caras e, às vezes, comigo. O trabalho dos meninos não foi reconhecido, meu trabalho não foi reconhecido, encontrei muito pouca proteção do clube. Zero absoluto. Também haverá conversas com o presidente, mas o presidente está na China ... Eu não gosto quando as pessoas entram no caminho, tem que ser em momentos positivos e negativos, não foi assim no Inter Lamento dizer. Eu sempre me coloco na frente de todos, mas até um certo ponto, porque um não é estúpido’’.

Conte falou sobre os números positivos do Inter, que terminou há um ponto da Juve.

"43 pontos fora de casa, a melhor defesa, o segundo melhor ataque, perdemos menos do que tudo ... O crédito continua atribuídos apenas a esses caras, às pessoas que trabalharam com eles, nas muitas dificuldades que foram em termos de lesões e na disponibilidade de alguns jogadores. Somos o segundo e não há nada para comemorar. Não quero dizer que foi feito um ótimo trabalho, mas 82 pontos ... esses números não são vistos há muito tempo ".

Por último, Conte não deixou de elogiar a equipe pela soma dos 82 pontos e em especial o atacante Romelu Lukaku pela evolução que vem tendo.

‘’Um atacante forte, eu o procurava desde o Chelsea e o United o levou. Ele é um jogador atípico, com uma estrutura de 1,90 ele tem velocidade no futebol americano em campo aberto. Ele ainda pode melhorar na parada e na passagem, mas se ele melhorar também, ele se torna único. Eu só sei o que tinha que fazer para levar Lukaku ao campo. Inter, não foi uma caminhada, confie em mim, não foi um presente. Hoje eu também gostei de Lautaro, ele teve garra, ele teve força. Eu nunca vou parar de agradecer a esses caras, é graças a eles se somarmos 82 pontos".

O Inter de Milão volta a campo na próxima quarta-feira (05) contra o Getafe, no estádio Veltins-Arena, às 16h. A disputa é válida pelas oitavas de final da Liga Europa.

VAVEL Logo