Para reverter placar da ida, Juventus recebe Lyon de olho nas quartas da Champions
League
Foto: Divulgação/Juventus FC

A principal competição de clubes do mundo está de volta cinco meses depois. Nesta sexta-feira (6), a Juventus recebe o Lyon no Allianz Stadium de portões fechados, às 16h, pelo jogo de volta das oitavas-de-final da Champions League. A Vecchia Signora sai atrás após ter sido derrotada por 1 a 0 contra os Gones na França.

Apesar de pequeno, o histórico do confronto joga a favor de uma virada da mandante: foram 3 vitórias da Juventus, 1 vitória do Lyon e 1 empate em 5 partidas. O duelo não é dos mais movimentados em termos de bola na rede: foram 5 dos bianconeri, uma média de 1 gol/jogo, contra 3 dos franceses, uma média de 0,6 gol/jogo. Para o Lyon, certamente um placar zerado será bem-vindo, já que tem a vantagem do empate após ter vencido o primeiro jogo.

 

Mesmo hegemônica na Itália, a Juventus precisa mostrar mais

A Juve se consagrou eneacampeã italiana ao vencer a Sampdoria por 2 a 0 no último dia 26, mas não teve vida fácil na reta final do nacional. Os comandados do pressionado Maurizio Sarri não tiveram o desempenho esperado na volta do futebol e tiveram apenas 52,3% de aproveitamento (tendo jogado a Serie A e a Coppa Italia). Muito pouco para quem quer dar o próximo passo, ainda mais quando o domínio doméstico já está estabelecido. O principal objetivo dos bianconeri sempre foi a Champions League, e agora o time está a um empate de dar adeus à competição. A carta na manga da Vecchia Signora não está de forma alguma escondida: Cristiano Ronaldo. O craque português é o maior artilheiro da história do torneio com 128 gols marcados.

Paolo Dybala, que virou dúvida após se lesionar no jogo do título, conseguiu se recuperar a tempo e ficará à disposição para a partida. "La Joya" foi eleito o melhor jogador do Campeonato Italiano 2019/20.

Em entrevista pré-jogo, o técnico Sarri destacou a solidez do rival e o momento de alguns dos nomes do seu elenco.

“Será um jogo em que precisaremos jogar com a cabeça tranquila. É preciso ter um ótimo desempenho, o Lyon cresceu muito e se tornou sólido defensivamente. Higuain e Pjanic? Eles são dois jogadores em ascensão. Ronaldo está treinando da maneira certa, ontem (quarta-feira) ele marcou um grande gol no treino. Jogou muitos jogos em pouco tempo, descansou um pouco e agora treinou com intensidade e força”, disse o treinador em coletiva.

Provável escalação: Szczęsny; Cuadrado, Bonucci, De Ligt, Alex Sandro; Bentancur, Pjanić, Rabiot; Bernardeschi, Higuaín, Cristiano Ronaldo.

Surpresa, o Lyon conta com sexteto brasileiro e craque holandês para repetir o feito de 2010

O Lyon surpreendeu no jogo de ida, e não só em relação a dimensão das duas equipes. Os Gones ficaram em sétimo na Ligue 1 com 40 pontos (o campeonato francês foi encerrado na 28a rodada devido à pandemia do novo coronavírus). Os franceses só puderam contar com o seu craque, Memphis Depay, em 13 dessas partidas, já que o holandês sofreu uma grave lesão em dezembro. Na Champions, Depay tem média de um gol por jogo: cinco gols em cinco jogos na fase de grupos. O camisa 11 dos Gones está relacionado para a partida, o que não teria sido possível sem a paralisação do futebol.

Tentar voltar às semifinais da UCL dez anos depois não será tarefa fácil. Por isso, o time segue apostando no talento brasileiro com seis nomes: Marcelo, Rafael, Marçal, Jean Lucas, Thiago Mendes e, o mais destacado, Bruno Guimarães. Marçal e Guimarães tiveram a melhor nota no jogo de ida ao lado de Dybala para o site SofaScore.

Quem discorda que a temporada do Lyon esteja abaixo do esperado é o técnico Rudi Garcia. O comandante prefere ressaltar os feitos positivos da sua equipe.

“A Copa da França mostrou que nossa forma é boa e será um empurrão para amanhã. Discordo quando dizem que foi uma temporada decepcionante para nós. Estamos na fase eliminatória da Liga dos Campeões com um resultado favorável, chegamos à final da Copa da Liga e, no campeonato, jogamos apenas 28 rodadas. Queremos olhar para frente, concentrando-nos na felicidade dos jogadores para chegar a esse ponto. Esperamos que o hino dos Campeões nos leve adiante” afirmou o francês de 56 anos.

Provável escalação: Lopes; Denayer, Marcelo, Marçal; Dubois, Caqueret, Guimarães, Aouar, Cornet; Depay, Dembélé.

O que cada um tem que fazer para ir às quartas?

Para avançar às quartas-de-final, a missão da Juventus é mais difícil. Os bianconeri precisam vencer por dois gols de diferença ou mais. Já o Lyon tem a vantagem do empate e, além disso, pode perder por até um gol de diferença desde que vá às redes novamente graças ao critério de gols fora de casa. Caso a Juve devolva o placar da ida, a partida irá para a prorrogação, podendo ir aos pênaltis caso a igualdade persista por 120 minutos.

VAVEL Logo