Mancini diz que Itália mereceu vitória, mas admite cansaço no empate com Bósnia
Foto: Divulgação / Italia

Nesta sexta-feira (4), a Itália recebeu a Bósnia pela primeira rodada da Nations League, no estádio Artemio Franchi, em Florença. Com os dois gols sendo marcados na segunda etapa, a partida terminou em 1 a 1. Dzeko abriu o placar para os bósnios e Sensi deixou tudo igual para a Azzurra.

Recém promovida à primeira divisão da competição, a Bósnia entrou como o time azarão do grupo 1, que também conta com Holanda e Polônia. Os italianos, que vinham de 11 vitórias seguidas, não aproveitaram o favoritismo que tinham sobre os bósnios e desperdiçaram a  primeira vitória na competição.

Após a partida, o treinador italiano Roberto Mancini afirmou, em entrevista, que o empate foi decepcionante, mas que manterá o estilo da equipe para o próximo confronto, contra a Holanda.

"Foi uma pena não vencer. Os jogadores desempenharam um bom papel, mas o cansaço foi evidente após um tempo. O empate não muda nossos planos, não vamos alterar o plano de jogo contra a Holanda."

Além disso, Mancini explicou a ausência do experiente zagueiro Chiellini: "Giorgio não jogou porque tinha o risco de sofrer uma lesão. Vamos alterar o plantel para a próxima rodada", finalizou.

Autor do gol de empate, Stefano Sensi analisou a volta da azzurra aos gramados. "Estou feliz pelo gol, mas há muita decepção sobre o resultado. Jogar com a Itália depois de dez meses não foi fácil, foi muito complicado para achar os espaços. Sabíamos que a Bósnia iria defender e jogar em contra-ataque. Nós devíamos ter sido mais rápidos com a bola.", comentou.

O capitão da Azzurra, Leonardo Bonucci, também se pronunciou sobre a partida e ressaltou a falta que os torcedores fazem nos jogos de futebol.

"Não foi fácil encontrar espaço porque o nosso adversário ficou na defesa e esperou para contra-atacar. Criamos oportunidades, mas não tivemos paciência com a bola. Precisávamos tocar melhor e descer mais pelas laterais. Nós fomos infelizes em ceder o primeiro gol. Os torcedores trazem a paixão do futebol para os estádios, dando vida aos jogos. Nós sentimos muita falta disso", completou.

Na próxima segunda (7), a Itália visitará a Holanda na Johan Cruijff Arena, às 15h45. Os holandeses lideram o grupo 1 após estrearem com vitória sobre a Polônia por 1 a 0. 

VAVEL Logo