Em jogo dramático, Milan bate Rio Ave nos pênaltis e avança na Europa League 
Foto: Divulgação / AC Milan

Nesta quinta-feira (1), Rio Ave e Milan se enfrentaram no Estádio dos Arcos em jogo único pelos play-offs da Uefa Europa League. Em jogo repleto de emoções, o time italiano se classificou à fase de grupos após empatar a partida no último lance da prorrogação e vencer por 9 a 8 nas cobranças de pênaltis. Os gols foram de Çalhanoglu e Saelemaekers para os rossoneri;  Geraldes e Dala marcaram para o Rio Ave.

Os times não apresentaram bom futebol durante os 120 minutos. Com muitos passes e poucos chutes perigosos no início, a impressão seria de um jogo arrastado. Porém, com pênalti marcado no último lance da prorrogação e uma série de 24 penalidades ao final, Milan e Rio Ave protagonizaram uma partida repleta de altos e baixos.

Primeiro tempo morno

Os 45 minutos iniciais entre italianos e portugueses não foram muito movimentados. Com quatro finalizações, todas para fora, o Milan só assustou o goleiro Kieszek em uma ocasião, após chute de Theo Hernández. O lateral bateu com perigo uma falta que passou ao lado direito da baliza portuguesa.

O Rio Ave conseguiu finalizar apenas uma vez: com perigo, Carlos Mané avançou pela esquerda e chutou buscando o ângulo de Donnaruma. O goleiro, bem posicionado, fez a defesa sem grandes problemas.

Mesmo com 56% da posse de bola, o clube português não parecia dominar a partida. Com muitos passes pela defesa, o Rio Ave optou por um jogo de segurança. O Milan, quando tinha a bola era mais agudo e sempre procurava finalizar.

Clima diferente na segunda etapa

O jogo reiniciou com bastante chuva. A movimentação ofensiva do time rossonero continuava alta e com a entrada de Brahím Diaz o Milan buscou trabalhar mais a bola pelo meio. Com sete minutos, Çalhanoglu bateu escanteio que passou por toda grande área portuguesa até encontrar Saelemaekers, que chutou no canto e abriu o placar para o Milan.

Após o gol, o Milan continuou pressionando para ampliar a vantagem, Çalhanoglu, de falta, e Theo Hernández quase conseguiram. Porém, aos 28 minutos, quem marcou foi o time português: Geraldes, cinco minutos após entrar em campo, recebeu grande bola de Piazon e chutou forte de primeira, sem chances para Donnaruma e deixou tudo igual no placar.

A igualdade no placar refletiu no jogo: após o gol de empate a posse ficou em 50% para cada time. Ambos os clubes buscavam fazer o segundo e atacavam bastante. O Milan chegou com Çalhanoglu e o Rio quase virou com Bruno Moreira. O jogo terminou em 1 a 1 e foi para a prorrogação.

Prorrogação com gol no primeiro e no último lance

O Rio Ave começou os 30 minutos extras a todo vapor, pois com 30 segundos viraram o partida. Jacinto Dala aproveitou bobeada da defesa rossonera, que afastou mal, e chutou rasteiro no canto esquerdo de Donnaruma, deixando o Rio na vantagem.

Mesmo com o time bastante cansado, o Milan se lançou todo ao ataque para tentar o empate. Após muita pressão, no último lance da prorrogação, Borevkovic bateu a mão na bola dentro da área, cometeu pênalti e foi expulso. Hakan Çalhanoglu não desperdiçou e empatou o jogo novamente. O juiz finalizou o jogo e a partida foi decidida nos pênaltis.

Penalidades máximas

Após gol no último lance da prorrogação, a emoção ainda não havia acabado. Foram precisos 24 pênaltis debaixo de uma chuva torrencial para decidir quem avançaria às fases de grupos da Europa League. 

Todos os jogadores e goleiros baterem, alguns até duas vezes, como Benaccer, Geraldis e Kjaer. Na 24ª cobrança, Aderllan Santos, do Rio Ave, desperdiçou. Donnaruma pegou e garantiu a vitória do Milan depois de muita emoção.

Próximos jogos

O Milan aguarda o sorteio dos grupos da Europa League para conhecer seus próximos adversários na competição. Pela Serie A, o time rossonero recebe o Spezia, no domingo (4) às 13h. Já o Rio Ave vistará o Famalicão, também no domingo, às 14h30, pela Primeira Liga.

VAVEL Logo