Com hat-trick diante da Bolívia, Messi passa Pelé e bate dois recordes sul-americanos
Imagem: Divulgação / AFA

O show de Lionel Messi contra a Bolívia valeu mais que os meros três pontos. Além de garantir os hermanos na segunda colocação da Eliminatórias para a Copa de 2022, o camisa 10 passou o recorde que pertencia ao Rei Pelé há 50 anos.

Com o hat-trick em seu país na noite de quinta-feira (09), Messi chegou a 79 gols pela seleção argentina e se tornou o maior artilheiro por seleções sul-americanas. Antes, o topo era ocupado por Pelé, que tem 77 gols (em jogos oficiais) pelo Brasil. Tal marca já durava 50 anos.

Messi precisou de mais jogos que Pelé para alcançar o feito. O argentino fez 79 gols em 153 jogos, já o brasileiro marcou 77 gols em apenas 91 partidas.

Em terceiro no ranking, Neymar aparece com 69 gols (em 113 jogos). Logo em seguida, vêm Luis Suárez com 64 gols em 123 jogos, Ronaldo com 62 gols em 98 jogos, Romário com 56 gols em 70 jogos e Batistuta com 54 gols em 77 jogos.

Outro recorde batido

Outro recorde batido por Lionel Messi na última quinta-feira foi um que pertencia ao uruguaio Luis Suárez. O 10 argentino agora também é o maior artilheiro de todos os tempos em jogos sul-americanos de Eliminatórias para a Copa do Mundo. Messi agora tem 26 gols contra os 25 de Suárez. O boliviano Marcelo Moreno é o terceiro do ranking, com 20 gols.

VAVEL Logo