Uefa deve retirar final da Champions League da Rússia após ataques à Ucrânia
Foto: Divulgação / UEFA

Em razão dos recentes conflitos e da invasão da Rússia à Ucrânia, em uma guerra declarada pelo presidente Vladimir Putin, o futebol também será afetado. Isso porque a Uefa deve mudar o local da final da Champions League 2021/22.

A grande decisão estava marcada para acontecer em São Petersburgo, na Rússia. Porém, devido aos conflitos, a Uefa decidiu convocar uma reunião extraordinária nesta sexta-feira (23), para tratar destes assuntos.

Segundo o "New York Times", o tema será a mudança de local da final, que aconteceria em São Petersburgo. Segundo eles, a Uefa já decidiu tirar a final da Liga dos Campões de São Petersburgo e o anúncio oficial virá nesta sexta-feira (25). Londres, Munique, Istambul, Lisboa e Madri são possíveis substitutas.

Portugal pode sediar a final pela terceira vez consecutiva

Portugal, um dos países favoritos para receber a final da atual Champions League, sediou também as duas últimas finais (Lisboa e Porto). Elas foram retiradas de Istambul por conta da pandemia. A cidade turca já será a sede da próxima final (2022/23).

Além disso, Wembley já tem os playoffs da quarta e segunda divisões programados para o fim de semana 28/29 de maio, quando estão previstas as finais da maior competições de clubes da Europa.

Por fim, a Uefa disse que estava "acompanhando a situação de perto e constantemente".

Chelsea é o atual campeão da Uefa Champions League. A final aconteceu em Portugal. Foto: Divulgação / Uefa Champions League

Confira a nota oficial da Uefa:

Na sequência da evolução da situação entre a Rússia e a Ucrânia nas últimas 24 horas, o Presidente da Uega decidiu convocar uma reunião extraordinária do Comitê Executivo para esta sexta-feira, 25 de Fevereiro, às 09h00 (Portugal Continental), de forma a avaliar a situação e tomar todas as decisões necessárias.

Uma comunicação adicional será efectuada após a reunião do Comité Executivo da Uefa.

VAVEL Logo