Exclusivo: brasileira naturalizada italiana, Gaby Vanelli fala sobre sentimento de jogar pela Azzurra
Foto: Divulgação / Kick Off 

Gaby Vanelli é uma atleta de futsal, de 22 anos, natural de Curitibanos (SC), a jovem ala, jogou por diversas equipes catarinenses, nas categorias de base, mas, seu grande destaque ocorreu no ano de 2016. Quando atuando pelo Balcam, de Balneário Camboriú, equipe muito conhecida por revelar grandes jogadoras do futsal nacional. Por lá, ela ficou até 2018, quando recebeu uma proposta do futsal Italiano. 

Já em solo Italiano, passou a vestir as cores da Lazio, e em 2019, Gaby Vanelli levantou a taça de campeã italiana Sub-19, sendo uma das destaques da competição. Até que em 2021, voltou para o Brasil, para fazer sua estreia no profissional das Leoas da Serra, de Santa Catarina. O clube catarinense é um dos mais conhecidos no meio futsal do feminino, onde já conquistaram muitos títulos dos principais torneios da categoria. Segundo Gaby, mesmo tendo uma passagem curta por lá, o clube foi essencial no seu início de carreira.

“Minha passagem pelas Leoas da Serra, foi muito gratificante, apesar de curta. Tive o prazer em jogar com grandes nomes e referências para o futsal feminino, tanto comissão técnica e atletas. Um time de grandes histórias e tradições, aonde tive muitos aprendizados. Ter o meu nome no elenco das Leoas da Serra, me agregou muito para o meu currículo profissional.”

No mesmo ano, em 2021, a atleta voltou para Itália. Com o crescimento do futsal feminino pelo mundo e as boas atuações da ala, ela assinou contrato com o Kick Off, equipe da Série A Italiana, aonde Gaby joga atualmente.

Foto: Divulgação / Kick Off
Foto: Divulgação / Kick Off

E foi atuando pelo Kick Off, que a atleta foi convocado pela primeira vez, para defender a Azzurra. A camisa 12 se naturalizou italiana em 2018, quando jogava nas categorias de base da Lazio, e essa convivência no futebol do país, foi uma das influências para a sua nacionalização. No dia 15 de junho de 2022, Gaby Vanelli esteve em quadra pela primeira vez vestindo a camisa da Itália. A partida foi um amistoso contra a seleção ucraniana, e as italianas venceram por 2 a 1. Perguntada  sobre qual foi sua sensação e emoção de estar representado um país, a jogadora diz “parecia que aquele momento era meu”.

“Sentimento de orgulho e responsabilidade. Ainda quero chegar muito longe defendendo as cores da Azzurra, creio que fiz uma ótima escolha, e estou muito feliz. Foi emocionante estar ali, cantar o hino, parecia que aquele momento era só meu. Isso é só o início e não a chegada.”

Foto: Divulgação / Federica Arca
Foto: Divulgação / Federica Arca

O sucesso de Gaby aconteceu logo cedo, e mesmo jovem ela já carrega um grande currículo. Conversamos com a jogadora sobre alguns momentos marcantes de sua carreira, a evolução do futsal e também sobre planos e sonhos do futuro. Confira a seguir.

Fundamental para o crescimento da modalidade

“O apoio das cidades aos clubes, valorizando atletas, dando imagem a elas e também desfrutando dos momentos que vem crescendo. Hoje representamos uma grande entidade feminina, onde está se criando cada vez mais voz no cenário.”

Momentos marcantes da carreira

“Carrego  comigo, meu último título no Brasil, onde eu jogava por BC (Balcam), lá em 2018 . E também, meu primeiro título em solo italiano, pela Lazio, ganhando o prêmio de melhor jogadora da final do Sub-19. Onde meu irmão, cunhada e minhas sobrinhas, estavam presentes.”

Sonhos para o futuro

“Sonho em continuar lutando pela seleção italiana e continuar fazendo parte dela. Ganhar a Copa Itália e Campeonato italiano, e quem sabe, um título europeu aí no meio.”

Foto: Divulgação / Kick Off
Foto: Divulgação / Kick Off
VAVEL Logo