Piqué provoca Real Madrid: "Somos a equipe mais vencedora e a diferença está nos jogadores"

Defensor concedeu entrevista coletiva e falou sobre a expectativa catalã para a decisão da Copa do Rei, a ser disputada no próximo domingo (22)

Piqué provoca Real Madrid: "Somos a equipe mais vencedora e a diferença está nos jogadores"
(Foto: Nur Photo/Getty Images)

O zagueiro Gerard Piqué concedeu entrevista coletiva prévia, que antecede a decisão da Copa do Rei 2015-2016. O duelo contra o Sevilla será realizado no Estádio Vicente Calderón, em Madrid, às 16 horas do domingo (22). O jogador não comentou apenas sobre a decisão que virá. O camisa 3 da equipe blaugrana falou sobre a polêmica comemoração que imitou o gesto tradicional de Cristiano Ronaldo ao marcar gols, além de cutucar o arquirrival.

"Que se montem seus filmes, que nós somaremos títulos para nosso Museu. Não sei se geram frustrações, mas não nos interessa muito que eles ganhem o mesmo que nós. As pessoas querem ter novos ídolos. Não interessa haver uma hegemonia dessa forma. Espero continuar ganhando até que eu pendure as chuteiras. ", afirmou Piqué.

O defensor destacou também o fato de ter o doblete - conquista do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei - caso o Real Madrid conquiste a Uefa Champions League sobre o Atlético de Madrid daqui a 10 dias, além de falar sobre possíveis diferenças entre os grandes arquirrivais.

"Ganhar o doblete os firmam a cada ano. Se eles vencerem a Uefa Champions League, nos resta felicitá-los. Cada um faz seu caminho desde o princípio e as conclusões são feitas ao final de tudo isso. Eu não sei onde está a diferença. Agora nós somos a equipe que ganhou mais. Eu acho que no talento dos jogadores. Agora cabe a nós e logo eles podem nos ultrapassar, como já fizeram no passado. É muito complicado voltar a ter tanto talento no Barcelona", explicou.

Ao comentar sobre o adversário da Copa do Rei, Piqué destacou que o cansaço do Sevilla por disputar a final da Uefa Europa League enquanto o Barça tem a semana livre para treinamentos não coloca os catalães em um nível acima, além de pontuar sobre Kevin Gameiro, atacante do clube andaluz.

"Eu acho que jogar a final não os afetam. Eles terão dias de descanso. Nós temos que jogar nosso jogo e jogar como sabemos. Gameiro é um jogador importante e quando atua junto com Iborra faz isso melhor. Eles têm jogadores muito bons, com variantes e um treinador que, como disse Rakitic, é obcecado pela estratégia. Nós sofremos gols e podemos melhorar, mas nada muito ruim. No ano passado fomos muito bem, mas, nesta temporada, como somos muito ofensivos, o saldo não é tão ruim", disse.

Ao fim da entrevista coletiva, Gerard Piqué destacou quais os melhores e os piores do momentos do Barcelona na atual temporada, mais próxima de seu final. "A melhor coisa foi ganhar o Campeonato Espanhol. Tivemos que dar o nosso melhor, tivemos muita pressão, tivemos que ganhar a Liga por duas vezes. O pior momento foi a eliminação na Uefa Champions League pelo desejo que tínhamos de repetir o triplete, mas não se pode ter tudo na vida", concluiu o defensor.