Real Sociedad bate Atlético de Madrid e se aproxima de briga por competições europeias

Vela e Willian José marcaram na vitória por 2 a 0

Real Sociedad bate Atlético de Madrid e se aproxima de briga por competições europeias
Foto: LaLiga
Real Sociedad
2 0
Atlético de Madrid
Real Sociedad: RULLI; CARLOS MARTÍNEZ, MIKEL, NAVAS, YURI; ILLARRAMENDI, XABI PRIETO (CANALES, MIN. 73), ZURUTUZA, OYARZÁBAL; CARLOS VELA (CONCHA, MIN. 82) E WILLIAN JOSÉ (JUANMI, MIN. 89).
Atlético de Madrid: OBLAK; JUANFRAN, GODÍN, SAVIC, FILIPE LUIS; GABI (THOMAS, MIN. 73), KOKE, SAÚL (CORREA, MIN. 61), CARRASCO; GRIEZMANN E GAMEIRO (FERNANDO TORRES, MIN. 67).
Placar: 1-0, MIN. 54, CARLOS VELA; 2-0, MIN. 75, WILLIAN JOSÉ.
ÁRBITRO: ALFONSO ÁLVAREZ AMARLOU VELA E CANALES DA REAL SOCIEDAD; E GODÍN, JUANFRAN, THOMAS Y TORRES DO ATLÉTICO.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Espanhol 2016/17, disputado no Anoeta, em San Sebastián.

Para manter a boa fase, a Real Sociedad recebeu e venceu o Atlético de Madrid por 2 a 0. Em um dos primeiros jogos da 11ª rodada do Campeonato Espanhol 2016/17, Vela e Willian José marcaram, ambos de pênalti, para conquistar os 3 pontos para os bascos, entrando na briga por vaga em competições europeias.

Os gos apareceram apenas no segundo tempo, Vela aos 9 minutos e Willian José aos 30. Mas o que se viu em campo foi o que mostrou o placar. A Real Sociedad controlou o jogo e criou bem mais perigo ao goleiro Oblak do que o Atlético para o goleiro Rulli.

O domínio desde os primeiros minutos resultou na tranquila vitória dos mandantes, que chegaram aos 19 pontos na tabela, assumindo de vez a sexta colocação. Por sua vez, o Atlético permanece com 21 pontos, na terceira posição e pode ver seus adversários se distanciarem, pois, ainda não jogaram na rodada.

Na próxima rodada, o Atleti recebe o Real Madrid no Vicente Calderón, para fazerem o clássico da capital. Já a Sociedad, visita o Sporting Gijón. Lembrando que esses jogos ocorrem apenas a pausa para a data-Fifa.

Sociedad melhor mas empate persiste

Logo no início já deu para perceber o que seria do jogo. Nos primeiros 15 minutos de jogo, a Real teve mais de 70% da posse de bola. Mas as chances criadas nesse início foram poucas. Zurutuza de fora da área e Willian José cabeceando após escanteio foram as principais oportunidades.

Após esse bom início do adversário, o Atlético chegou para o jogo. Principalmente com Carrasco e Saúl pelas beiradas, os visitantes conseguiam gerar jogo e se aproximar da área. A pressão alta em dados momentos também dava resultado. Tanto que a melhor chance criada foi em uma roubada no campo de ataque. Carrasco roubou e deixou Gameiro na cara de Rulli. O francês finalizou na trave.

Pênaltis decidem a partida

O domínio basco continuou no segundo tempo e não demorou para surtir efeito dessa vez. Com menos de 10 minutos, Gabi derrubou Yuri dentro da área e Carlos Vela converteu a penalidade elegantemente para abrir o placar.

A equipe colchonera sentiu o gol, e demonstrou-se entregue dentro do campo. Não se via reação e era questão de tempo para que o placar fosse ampliado. Mesmo com Cholo Simeone colocando Correa e Torres em campo, o cenário não mudou.

E foi justamente Correa que cometeu a segunda penalidade. Willian José bateu dessa vez e praticamente garantiu a vitória da Sociedad aos 30 minutos. Restou apenas esperar o cronometro chegar aos 90 minutos para comemorar os 3 pontos.