Milan deverá apresentar novo treinador em 1º de julho; conheça os favoritos

Expectativas sobre a próxima temporada movimentam o ambiente do clube, que está próximo de ter 70% de suas ações vendidas a investidores chineses

Milan deverá apresentar novo treinador em 1º de julho; conheça os favoritos
Nome do futuro treinador ainda não foi revelado (Fotos: VI Images/Getty Images, Marco Luzzani/Getty Images, Gabriele Maltinti/Getty Images)

Paciência. Os torcedores do Milan, o heptacampeão da Uefa Champions League, vivem uma fase de grandes expectativas. Após sucessivas temporadas ruins, marcadas por vexames e protestos, a esperança de a equipe voltar a ser protagonista voltou à tona, tendo em vista a iminente venda de 70% das ações do clube a investidores chineses, o que promete tornar o clube novamente competitivo. Enquanto não há grandes confirmações, tanto para saídas quanto para chegadas, a dúvida em torno de quem será o próximo treinador rossonero movimenta as apostas para as próximas temporadas.

De acordo com o La Gazzetta dello Sport, três nomes despontam como principais candidatos à vaga: Cristian Brocchi, interino que assumiu a equipe na reta final da última edição da Serie A, após a demissão de Sinisa MihajlovicFrank De Boer, ex-técnico do Ajax; e Marco Giampaolo, ex-treinador do Empoli. A apresentação do novo comandante deverá ocorrer em 1º de julho, um dia após a exclusividade de venda expirar.

Brocchi

A primeira opção do presidente Silvio Berlusconi. Aos 40 anos, o ex-volante comandara o Milan Primavera e, após resultados ruins de Mihajlovic, foi promovido à equipe principal. A equipe, no entanto, não mostrou melhora nem conseguiu uma vaga para a próxima edição da Uefa Europa League. Na final da Copa Itália, foi derrotado pela Juventus por 1 a 0, deixando escapar o título. Sem apoio da torcida e dos chineses, deverá deixar o cargo, levando em conta também o fato de Berlusconi estar se recuperando de uma cirurgia cardíaca.

De Boer

Aos 46 anos e livre no mercado, esteve à frente do Ajax, um dos mais tradicionais clubes europeus, por seis anos, de 2010 a 2016. Lá, conquistou três edições do Campeonato Holandês. O treinador agrada aos chineses e não faria grandes exigências ao clube, o que pode facilitar sua chegada.

Giampaolo

Sem grandes feitos na carreira, o técnico de 48 anos agrada aos chineses e à atual diretoria rossonera. À frente do Empoli na última temporada, fez um trabalho interessante, apostando em um futebol mais ofensivo, chegando na décima colocação da Serie A. É apontado como o principal nome ao cargo.

Além destes, outros nomes foram ventilados na última semana, como André Villas Boas, 38, ex-comandante do Zenit, e Louis Van Gaal, 64, que deixou o Manchester United após uma temporada aquém do esperado.