Ícone do futebol italiano, Pirlo anuncia aposentadoria para dezembro

Com dores no joelho direito, volante vai pendurar as chuteiras ao final do ano e ainda não sabe o que fará no futuro

Ícone do futebol italiano, Pirlo anuncia aposentadoria para dezembro
Pirlo está no New York City desde julho de 2015 (Foto: Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images)

Um dos maiores ícones do futebol italiano nos últimos anos, o meio-campista Andrea Pirlo anunciou que vai abandonar o futebol em dezembro, mês que encerra seu contrato com o New York City. Em entrevista ao jornal Gazzetta dello Sport, publicada na edição deste domingo (8), o jogador italiano, de 38 anos, revelou estar sofrendo com recorrentes dores no joelho direito.

"Você percebe que chegou o momento", admitiu o veterano. "Todos os dias você tem problemas físicos. Não pode treinar como gostaria porque você sempre tem alguma coisa. Na minha idade, já posso dizer chega. Você não pode continuar forte até os 50 anos. Farei outra coisa", completou.

+ Pirlo admite futuro à beira do gramado: "Estudarei para ser treinador"

Pirlo pouco atuou nesta temporada da MLS (Major League Soccer), sua terceira desde que rumou aos Estados Unidos. Em 32 jogos, entrou em campo 15 vezes e distribuiu apenas duas assistências. Como comparativo, na época passada o italiano praticamente não desfalcou a equipe e sempre esteve entre os titulares.

"Os mais jovens devem jogar. Com 38 anos, é justo dar espaço aos garotos. Não estou com raiva. Em vez disso, darei uma mão aos outros e ao treinador [do New York City, o francês Patrick Vieira]", afirmou o campeão do mundo em 2006.

+ Pirlo elege melhor momento da carreira e afirma: "Verratti é o futuro do futebol italiano"

Pirlo garantiu que não decidiu que fará depois de pendurar as chuteiras. "Eu ainda não sei. Já estarei na Itália em dezembro. [Ser assistente de Antonio Conte, técnico do Chelsea?] Eles dizem coisas. Eu tenho ideias, mas me dê tempo para decidir", explicou.

Pirlo iniciou sua carreira profissional em 1995, no Brescia, time de sua cidade natal. Três anos depois se transferiu à Internazionale, onde não convenceu e acabou emprestado à Reggina e, posteriormente, ao Brescia.

Pirlo após a conquista da UCL, em 2007 (Foto: Laurence Griffiths/Getty Images)
Pirlo após na final da UCL de 2006/07, em Atenas, na Grécia (Foto: Laurence Griffiths/Getty Images)

Sua carreira decolou quando acertou com o Milan, rival da Inter. Ficou dez anos (de 2001 a 2011) no rossonero de Milão, sendo peça importante na conquista de nove títulos relevantes, incluindo duas taças de Uefa Champions League.

Lutando contra as lesões, Pirlo não renovou com o Milan em 2011 e acabou assinando com a Juventus. Sob a batuta de Antonio Conte, Pirlo compôs a espinha dorsal da equipe, ajudando os bianconeri a conquistarem sete troféus. Em sua última temporada pela Vecchia Signora, venceu Serie A e Copa Itália, mas perdeu para o Barcelona na final da Champions League.

Com quatro disputas de Copas do Mundo no currículo, Pirlo participou da conquista do tetracampeonato em 2006, quando a Itália bateu a França no pênaltis para levantar a taça na Alemanha. Em 2014, ele esteve no elenco que caiu na fase de grupos do Mundial realizado no Brasil.

Pirlo com a taça da Copa do Mundo, em 2006 (Foto: Mark Leech Sports Photography/Getty Images)
Pirlo com a taça da Copa do Mundo, em 2006 (Foto: Mark Leech Sports Photography/Getty Images)

Itália