Cleber corre risco de desfalcar a Ponte por 12 partidas
Cleber, já não joga contra o Mirassol no domingo

A Ponte Preta não terá o zagueiro Cleber na penúltima rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista, contra o Mirassol no domingo (14).

Na partida contra o Palmeiras, o zagueiro foi expulso por agressão e corre o risco de pegar um gancho de 12 partidas sem jogar. O julgamento está marcado para a próxima segunda-feira (15).

Expulsão

Cleber já tinha cartão amarelo por tentar segurar um adversário aos 37 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo, Cleber foi expulso direto, após um choque contra o Ronny, aos 44 minutos. O zagueiro se levantava depois de sofrer falta e deu uma cabeçada na altura do abdome do jogador do Palmeiras.

Com o relato do árbitro, Luiz Vanderlei Martinucho, a promotoria classificou o lance como agressão física e irá avaliar se houve tentativa de “desferir dolosamente cabeçada de forma contundente assumindo o risco de causar dano ou lesão”.

Em entrevista, o jogador garantiu que não houve agressão: "Fiquei meio nervoso sim e acho que estava meio estressado no jogo. Falaram que dei cabeçada, mas não foi. Quando fui virar o corpo, o cara estava na minha frente e acabei acertando a barriga dele sem querer. Estou tranquilo porque não foi agressão", disse.

Essa é a segunda vez que o zagueiro é julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva em São Paulo, na primeira, acabou sendo citado por tentativa de agressão ao Neymar, do Santos, mas foi apenas advertido.  

VAVEL Logo