William Batoré reconhece erros e admite: "Hoje é um dos dias mais tristes da minha carreira"
William, com a camisa 9, segue como artilheiro da equipe no ano, com 19 gols (Foto: Divulgação/AA Ponte Preta)

A noite deste sábado (13) será certamente esquecida pelo atacante William Batoré. O camisa 9 errou dois pênaltis e viu a Ponte Preta não sair do 0 a 0 com o Bahia, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda no gramado, o jogador admitiu que foi um dos piores dias de sua carreira como profissional.

"Hoje é um dos dias mais tristes da minha carreira. Nunca tinha acontecido de perder dois pênaltis assim. Chamo a responsabilidade, pode colocar tudo na minha conta. Se eu tivesse feito os gols, ninguém teria falado nada, chiado com o resultado. Hoje é um dia ruim para mim", desabafou William, abatido.

No primeiro pênalti, o centroavante jogou no canto esquerdo, mas Marcelo Lomba foi buscar. Na segunda cobrança, Lomba mudou de canto e foi para a direita, onde o atacante acabou batendo e perdendo mais uma oportunidade. Neste último pênalti, o técnico Paulo César Carpegiani revelou que não queria William Batoré chutando a penalidade máxima.

"O segundo pênalti é movido à paixão. Quando saiu o lance, depois do William ter perdido o primeiro, dei a ordem para o Ramírez bater. Mas a paixão dos jogadores pressionou o William a bater o pênalti novamente. E, quando a paixão está acima da razão, acontece isso. Ele é goleador, tem jogado bem, mas o lance nos deixou um sabor amargo por não ter conseguido os três pontos", ressaltou em coletiva.

A Ponte Preta segue na parte de baixo da classificação e tem sete pontos, sem ainda vencer dentro do Moisés Lucarelli pelo Brasileirão 2013.

VAVEL Logo