Estreando na temporada, Cruzeiro recebe a URT no Mineirão
Atividade no Mineirão ajudou Marcelo Oliveira a definir os 23 relacionados para a partida (FOTO: Superesportes/Reprodução)

A tarde deste domingo (26) será de reencontro para a torcida do Cruzeiro. O time fará o primeiro jogo oficial na temporada em 2014, válido pela primeira rodada do Campeonato Mineiro e o adversário é a tradicional URT de Patos de Minas. A expectativa para a partida começou a se formar no começo do mês, quando o clube começou a anunciar os reforços para o ano. O retorno de Marcelo Moreno e a chegada do experiente lateral-esquerdo Samudio animaram a torcida que já ansiava por rever os campeões brasileiros de 2013. Com isso, os torcedores aguardaram e esperam ver o time ainda mais azeitado para a época que promete ser uma das mais promissoras dos últimos anos para os azuis.

As novidades trazidas pela estreia são gratas. O time-base deve ser mantido mas, a lista de relacionados para o jogo guardou lugar para três dos novos nomes recém-contratados pela diretoria. Marlone, Marcelo Moreno e Rodrigo Souza constaram na relação e ainda não se sabe se algum dele receberá uma chance logo de início. Embora o clima de empolgação esteja difundido entre os fãs, o discurso oficial é outro. A cautela de praxe não foi deixada de lado e o time da Toca da Raposa entrará 100% focado no jogo.

Humildade segue como prioridade na conduta celeste perante os adversários

O técnico Marcelo Oliveira se pronunciou sobre o primeiro jogo do ano neste sábado após a atividade no gramado do Mineirão que fechou a lista dos que irão para a partida. Na opinião do comandante cruzeirense, o favoritismo é natural, mas também é preciso respeitar o adversário. "Teoricamente, somos favoritos, mas temos que passar isso para a prática. Se entendermos o jogo como tranquilo, pode dar problema. Temos que estar atentos para sempre fazer o melhor trabalho. No último ano, tivemos surpresas nos estaduais por conta disso", disse o treinador. 

Apesar dos novos nomes que podem entrar no jogo, a escalação não deve ter surpresas, repetindo o mesmo time que fechou 2013, ano do tri-campeonato brasileiro. Acerca disso, falou o atacante Borges. O camisa 9 citou a importância do Mineirão para o Cruzeiro. "A gente vinha fazendo a preparação na Toca da Raposa II e hoje, fizemos a atividade no Mineirão, que tem um gramado um pouco diferente. O jogo passa a ser rápido, a grama está bem baixa. Se nos adaptarmos antes, melhor. É difícil pra gente e para o adversário, então?", declarou o centroavante.

Estreia no Mineiro guarda escrita para o Cruzeiro; URT aposta na velocidade para quebrá-la

Estrear no estadual para o Cruzeiro tem sido certeza de não perder há dez anos. A última vez em que o time do Barro Preto sofreu um revés na primeira partida do torneio foi em 2004, ano em que curiosamente detinha as mesmas condições atuais. O campeão brasileiro de 2003 foi batido pelo Valério de Itabira em um jogo dramático, decidido nos minutos finais. Um gol marcado aos 48 do segundo tempo decretou o triunfo da equipe do Quadrilátero Ferrífero. Naquele ano, o Cruzeiro daria a volta por cima e conquistaria o título do Mineiro.

Hoje, uma década mais tarde, o Cruzeiro é mais uma vez o campeão brasileiro e caberá a URT quebrar a longa sequência sem derrotas debutantes do time da capital. Para isso, o treinador  da equipe patense, Luís Eduardo, conta com a velocidade de seus jogadores de frente para equilibrar as ações contra o gigante de BH. "Todos sabem de nosso pensamento e já temos uma base montada. Evidentemente, vou querer meus jogadores mais rápidos no ataque, como Robinho e Wendel Lira. Dependemos de pequenos ajustes, mas deverá ser isso mesmo", finalizou o técnico. O domingo também marcará a volta da URT à primeira divisão estadual depois de 8 anos de ausência.

 Ficha Técnica

Local: Estádio do Mineirão, Belo Horizonte

Data: 26/01/2014

Horário: 16h00 (horário de Brasília)

Cruzeiro: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Souza, Lucas SIlva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian e Borges

URT: Giuliano; Iran, Pablo, Marcelo e Marcel; Diogo Marzagão, Eick, Thiago Matos e Picachu; Robinho e Michel (Wendel Lira)

VAVEL Logo