Após mais de uma década, Atlético-MG retornará a Vila Olímpica
Vila Olímpíca foi construída em 1973, durante a gestão do ex-presidente Nelson Campos (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

Durante a Copa do Mundo no Brasil, a Cidade do Galo estará entregue à Fifa, para servir de Centro de Treinamento para as seleções que irão se preparar e concentrar para os jogos em Belo Horizonte. Enquanto o CT de Vespasiano estiver fechado, o elenco profissional vai trabalhar em um campo muito conhecido dos torcedores e dos maiores jogadores da história do Galo.

A Vila Olímpíca, construída em 1973, durante a gestão do ex-presidente Nelson Campos, serviu para treinamento dos jogadores profissionais e também como clube de lazer para torcedores associados ao Atlético. Em seus primeiros anos, o CT do Galo localizado no bairro Planalto, em Belo Horizonte, foi considerado um dos mais modernos do país. 

Nos anos 1980, o então presidente Elias Kalil começou a construção da Cidade do Galo, tendo esta obra ficado parada por muitos anos. Até o fim da década de 1990, a Vila Olímpica serviu como Centro de Treinamento até a busca por um novo campo para a realização de atividades do time profissional e das categorias de base. Os jogadores chegavam a rodar por diversos campos nos arredores da região metropolitana de Belo Horizonte.

Com a entrada nos anos 2000, a presidência comandada por Nélio Brant retomou a construção da Cidade do Galo. Os profissionais treinavam apenas no CT de Vespasiano e as categorias de base trabalhavam na Vila Olímpica, que também seguia como clube de lazer para os associados. 

Agenda

Segundo à assessoria de imprensa do Atlético, os jogadores serão liberados após o jogo contra o São Paulo, sábado (31), às 18h30, no Morumbi, e se reapresentarão no dia 11, na Vila Olímpica, onde ficarão até o dia 15, quando o elenco embarcará para a China, onde disputará amistosos contra o Guizhou Renhe, dia 22, Jiangsu Shuntian, dia 25, e o Guangzhou Evergrande. Todos os jogos serão às 19h30 (hora local).

VAVEL Logo