Na volta do Brasileirão, Bahia e São Paulo fazem duelo de opostos na Arena Fonte Nova
Na última partida na Fonte Nova, São Paulo venceu com gol de Aloísio (Foto:

Um mês depois de suas últimas partidas, Bahia e São Paulo voltam a jogar pelo Campeonato Brasileiro de 2014. Os times se enfrentam na noite desta quarta-feira (16) na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 22h. Em situações completamente distintas na tabela de classificação, os tricolores tem diferentes objetivos: o baiano quer fugir da zona de rebaixamento, enquanto o paulista quer os três pontos para se firmar entre os quatro primeiros colocados.

Após um duro início no tornio nacional, o Bahia tenta a reabilitação nesta quarta-feira. Para a partida contra o São Paulo, o técnico Marquinhos Santos tem problemas para escalar a equipe, pois tem desfalques no gol e na lateral-esquerda. Além disso, o tricolor baiano não terá mais o meia Anderson Talisca, negociado com o Benfica. O time tem apenas oito pontos, e ocupa a primeira colocação fora da zona da degola.

Já o clube do Morumbi terá a estreia de Alan Kardec. Sem Luís Fabiano, que se recupera de lesão muscular, o atacante recém-contratado do rival Palmeiras faz seu primeiro jogo oficial com a camisa tricolor. Ao seu lado, deve ter Osvaldo e Ademilson no ataque. O São Paulo quer uma vitória para embalar e entrar de vez na briga pelo título, enquanto espera a estreia do ídolo Kaká. Atualmente, o tricolor ocupa o quarto lugar, com 16 pontos.

Com desfalques, Marquinhos prega um Bahia cauteloso

No último treino antes de enfrentar o São Paulo, o Bahia fechou as atividades para a imprensa. Assim, o time da partida desta quarta-feira é um verdadeiro mistério. Fato é que o técnio Marquinhos Santos não terá o goleiro Marcelo Lomba e o lateral Roniery, expulsos na partida contra o Sport. Em seus lugares, jogam Douglas Pires e Guilherme Santos, respectivamente.

O principal desfalque, no entanto, é definitivo: o meia Anderson Talisca, destaque baiano antes da parada para a Copa, foi negociado, e não veste mais a camisa tricolor. Sem o jogador, o técnico pede cautela ao time. "O Talisca era um jogador importante. Temos testado algumas opções, o Emanuel [Biancucchi], o Branquinho, o Marcos Aurélio, que possui características semelhantes ao Talisca. Ele [Marcos Aurélio] joga tanto na armação e se apresenta bem na área adversária para fazer gols. Estivemos programando, nos preparando para a ausência do Talisca para que a equipe tenha a mesma produção do Campeonato Baiano e início do Brasileiro", afirmou.

Branquinho deve começar jogando pelo meio, servido os atacantes Maxi e Rhayner. No meio-campo, a tendência é que o time entre com três volantes: Fahel, Léo Gago e Uellinton. Ao atender a imprensa após o treinamento, o técnico tricolor brincou com os motivos que o levaram a fechar a atividade. "Dei seguimento às normas da Fifa (risos). Fechei o treino para manter alguns pontos de interrogação sobre a equipe e tirei os jogadores um pouco antes de campo por causa da chuva", disse.

Kardec revela ansiedade por estreia 

O São Paulo não terá o centro-avante Luís Fabiano para a partida contra o Bahia. Se recuperando de lesão sofrida contra o Orlando City, em amistoso no mês passado, o atacante ainda não tem condições de jogo. Mas isso não será problema para o técnico Muricy Ramalho, que poderá estrear seu novo camisa 14: o atacante Alan Kardec.

Depois de brilhar com a camisa do Palmeiras, o jogador chegou ao clube do Morumbi para disputar uma vaga no forte ataque tricolor. E, por isso, quer aproveitar a chance como titular para conquistar o treinador e a torcida. "Minha expectativa é que chegue logo a hora do jogo. Tem aquele frio na barriga de poder jogar uma partida oficial e colocar tudo o que fizemos nos treinamentos em prática", afirmou o atleta.

A expectativa é que o duelo aconteça com chuva na capital baiana -- o que não preocupa o centro-avante tricolor. "A Fonte Nova tem um campo excelente, e independentemente de estar molhado ou não, a condição vai estar excelente", garantiu o atleta. 

Ao seu lado, o camisa 14 deve contar com Osvaldo e Ademilson. O jogador de 20 anos, revelado nas categorias de base do clube, venceu a concorrência de Alexandre Pato nos treinamentos da semana, e deve conquistar a vaga.  Ademilson não participou dos últimos jogos do tricolor antes da parada para a Copa, pois estava com a Seleção Brasileira Sub20 -- mesmo caso de Rodrigo Caio, que volta a atuar pelo tricolor. Alvaro Pereira, que estava com a seleção do Uruguai na Copa, também está confirmado.

"Ficamos um bom tempo sem jogar e isso gera uma enorme expectativa, não tem jeito. Mas a qualidade e a preparação do time nos deixam bem animados para a reestreia", afirmou o zagueiro Antonio Carlos, presente nas nove rodadas do São Paulo no Brasileirão.

VAVEL Logo