Kaká marca, e São Paulo se classifica diante do Criciúma
Ganso deu o passe para o gol de Kaká (Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC)

Nesta quinta-feira (04), São Paulo e Criciúma se enfrentaram no Morumbi, e com gols de Kaká, o estreante na Sul-Americana, e de Edson Silva, os paulistas conseguiram a classificação, mesmo sem Alexandre Pato, que se tornou desfalque minutos antes do apito inicial. O camisa 11 foi substituído por Osvaldo.

O primeiro confronto, na última quinta-feira, terminou com placar favorável aos catarinenses. Para se classificar hoje, o São Paulo necessitava de pelo menos uma vitória com o placar mínimo. Agora, o Tricolor aguarda o vencedor de Huachipato (CHI) e Universidade de Quito (EQU). 

O São Paulo volta a campo domigo, pelo Campeonato Brasileiro. Os comandados de Muricy Ramalho enfrentam o Sport, às 16h no Morumbi. O tricolor briga pelo título e está na terceira posição. Já o Criciúma, vive situação oposta, lutando pela permanência na primeira divisão, os catarinenses estão na décima sétima posição e também no domingo, enfrentarã o Corinthians, no Heriberto Hulse.

São Paulo marca duas vezes no final do primeiro tempo e sai em vantagem

O primeiro tempo no Morumbi começou morno. O Criciúma conseguia anular as principais jogadas do São Paulo através da marcação pressão, que, Silvinho e Lucca, seus velozes atacantes, faziam sobre Rafael Tolói e Edson Silva.

Aproveitando os constantes erros de passes na saída de bola do São Paulo, o Criciúma foi quem levou perigo pela primeira vez no jogo. Em uma bola mal lançada, os catarinenses quase abriram o placar. Silvinho recebeu, cruzou para área, Rogério afastou mal e a bola sobrou para Lucca, o atacante chutou para fora.

Na sequencia, o Tricolor foi ganhando espaço, aos poucos ocupou o campo do Criciúma, assim ganhando o domínio do jogo. Ganso e Kaká, os principais jogadores do São Paulo, começaram a aparecer. Junto com os gols.

Aos 32 minutos, Osvaldo cobrou escanteio fechado na área do Criciúma, a bola desviou no defensor rival e tomou o caminho das redes. Curiosamente, o gol foi dado ao zagueiro Edson Silva. Oito minutos depois, Ganso aproveitou uma bola afastada por Tolói, e tocou para Kaká, o camisa 8 teve seu primeiro arremate defendido, mas na sequencia, a bola voltou em sua canela e foi para o gol.

Cricíuma tenta se recuperar mas não evita eliminação

Na segunda etapa, quem começou determinado a marcar era o Criciúma. Para evitar uma eliminação, os visitantes precisavam de gols. Um, levava o confronto para os pênaltis. Por isso, os catarinenses demonstraram vontade e disposição de diminuir o marcador. E com três atacantes, os visitantes deram trabalho ao São Paulo nos primeiros minutos da segunda etapa.

O Criciúma usava a mesma estratégia no primeiro tempo: a marcação pressão. E isto, inicialmente dificultou os são-paulinos, que, aos poucos, esfriaram o espírito do adversário e passou a jogar nos contra-ataques, que eram originados, na maioria das vezes, por Paulo Henrique Ganso e Kaká, que eram os responsáveis por acionar a 'flecha', que era Osvaldo. O atacante tricolor, foi importante válvula de escape no segundo tempo.

Nos minutos finais, o São Paulo, que aproveitava o fato da defesa do Criciúma estar aberta, conseguiu criar duas chances claras, mas não foram aproveitadas pelo ataque. Uma delas foi com Osvaldo, que recebeu cruzamento rasteiro de Michel Bastos, e de dentro da pequena área, desviu para fora do gol de Gallato. A outra, foi desperdiçada por Alan Kardec, que depois de passe longo, saiu cara a cara com o goleiro catarinense e chutou por cima do gol. No entanto, o Tricolor não sofreu sustos e está classificado para a próxima fase da Copa Sul-Americana.

VAVEL Logo