Paulo Nobre se reelege e segue no comando do Palmeiras pelo próximo biênio
Nobre promete mudanças na diretoria e Rodrigo Caetano é o grande cotado para assumir o futebol do Verdão (Foto: César Greco/ Ag Palmeiras)

Mesmo com a atual gestão muito contestada, Paulo Nobre derrotou o opositor Wlademir Pescarmona e se reelegeu como presidente do Palmeiras na noite deste sábado (29). O mandatário conseguiu o apoio de 2.421 sócios, contra apenas 1.611 votos para o ex-diretor de futebol. A eleição entrou para a história do clube, pois em 100 anos de história, esta foi a primeira vez que os associados puderam escolher de maneira democratica o gestor.

A votação, que ocorreu até as 19h, não demorou para ter seu resultado divulgado. Como o Verdão usou urnas eletrônicas, cinquenta minutos depois já foi conhecido o comandante do clube nos próximos dois anos.

Os candidatos passaram todo o período na entrada do ginásio (local da votação), apoiados por torcedores e dirigentes, que distribuiam panfletos, adesivos e pediam votos para ambas as chapas. Do lado de fora, policiamento reforçado para lidar com a torcida, que protestava contra a atual diretoria, e depois de divulgado o resultado, tentou invadir a sede alviverde.

Aprovado por boa parte do conselho deliberativo, Paulo Nobre vai para sua segunda gestão consecutiva e tem de lidar com a pressão por resultados dentro de campo. O Palmeiras vai para a última rodada do Brasileirão a apenas um ponto da zona de rebaixamento, campanha extremamente decepcionante para um ano tão importante, o centenário do clube.

Além de Nobre, quatro vice-presidentes foram eleitos, são eles Mauricio Galiotte, Genaro Marino, Antonino Jesse Ribeiro e Victor Fruges. 

VAVEL Logo