Douglas Silva negocia rescisão com Red Bull Salzburg e diz que quer permanecer no Vasco
Douglas Silva foi titular e marcou seis gols com a camisa do Vasco (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Douglas Silva se destacou com a camisa do Vasco na temporada, disputou 31 jogos e marcou seis gols, ganhando a vaga de titular da equipe. O zagueiro chegou machucado ao clube em fevereiro e só estreou em abril. Virou titular ao lado de Rodrigo, mas na reta final da temporada voltou a penar com lesão ao sofrer uma grave torção no tornozelo e perder os últimos jogos da Série B, deixando a vaga para o jovem Luan. Douglas agradeceu à todos que deram oportunidade à ele.

"Foi um ano de superação, vinha de uma lesão grave no joelho, quero agradecer à diretoria, ao Adilson Batista, que foi o cara que me indicou, ao Rodrigo Caetano que foi fundamental na minha vinda, como o Ercolino. Me deram muita confiança, mesmo sabendo que eu viria machucado", disse.

Douglas Silva revelou que negocia a rescisão de seu contrato com o Red Bull Salzburg, da Áustria, para facilitar sua permanência no Cruzmaltino. Seu vínculo vai até junho de 2015, mas o defensor acredita que poderá resolver a situação de forma amigável. Com o Gigante da Colina, ele está emprestado somente até o próximo dia 31.

O defensor de 30 anos revelou que ainda não foi procurado pela nova diretoria vascaína, mas que aguarda uma rescisão com os austríacos para negociar com o clube da Colina e ressaltou o quanto foi difícil ficar de fora contra o Icasa, com a torcida lotando o Maracanã.

"Espero continuar no Vasco, estou otimista. Conquistei meu espaço jogando futebol. Estamos em negociação para rescindir esse contrato (na Áustria), ambas as partes querem isso. Depois é só sentar com o Vasco, porque eu vou estar livre para negociar. Não me procuraram, mas já ouvi muita gente falar que o Vasco teria o interesse. Vou ficar esperando. Também tenho o interesse de ficar, Rio de Janeiro é bom de se morar, tem a torcida... Quando vi o Maracanã lotado (contra o Icasa) foi difícil ficar fora, mas estava lá. E gostaria muito de ficar para poder jogar no Maracanã lotado e dar muita alegria para o torcedor. A diretoria é nova, é Série A... Agora é outra coisa", afirmou à Rádio Brasil.

Douglas aproveitou para elogiar o grupo vascaíno, lembrando do episódio dos vídeos da preleção que vazaram e condenou a ação do possível jogador.

"O grupo foi bom, não tivemos briga entre jogadores. O que o treinador Joel falou não foi bem verdade, depois ele se desculpou. O grupo não foi dividido. Independentemente de qual for o time, vamos receber, se eu ficar, de braços abertos todos que vierem para que a gente possa formar uma grande família e levar o Vasco para onde ele merece. A história dos vídeos foi absurdo, falta de respeito com o treinador. O grupo estava unido, querendo ajudar o Vasco. Lógico que tivemos muitos problemas, lesões, cartões, demoramos a entrar no ritmo da Série B, até pela perda do Carioca. E espero que ano que vem não volte a acontecer, que a gente possa começar e terminar com o pé direito", falou.

VAVEL Logo