Ministro Marco Aurélio Mello é escolhido pelo STF para julgar polêmico caso do Brasileiro de 1987
Ministro Marco Aurélio Mello (à direita) será o responsável por levar adiante ou não o recurso do Flamengo (Foto: Divulgação/STF)

O imbróglio que envolve o real detentor do título do Campeonato Brasileiro de 1987 parece não ter fim. Após 28 anos, o caso pode ser julgado mais uma vez. Um recurso extraordinário por parte do Flamengo chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Marco Aurélio Mello - torcedor do rubro-negro carioca, mas com total liberdade para julgar o caso - recebeu toda a papelada em seu gabinete, e o site oficial do principal órgão do Poder Judiciário brasileiro informa a confirmação do recebimento.

De acordo com o portal eletrônico, o recurso de número 881864 terá como defensor do Flamengo o advogado Rodrigo Fux. Como representantes do Sport, o presidente João Humberto Martorelli estará acompanhado do diretor de futebol Arnaldo Barros.

A história se estende por décadas. Em abril do ano passado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a exclusividade do título brasileiro de 1987 com o Leão da Ilha do Retiro. Dessa forma, o pedido dos cariocas em ser o vencedor do campeonato foi negado mais uma vez e ainda proibiu o departamento jurídico da equipe de interpelar qualquer ação nesse sentido em tal instância. Porém, as tentativas não estavam encerradas.

No último mês de novembro, uma nova tentativa foi realizada e foi negada mais uma vez. Cabe agora ao STF decidir. Primeiro, Marco Aurélio Mello precisa avaliar se o processo entra ou não na pauta do júri.

Antigo impasse

O Campeonato Brasileiro de 1987 sofreu uma reformulação em relação a edições anteriores. Antes por vagas regionalizadas, o Brasileirão foi dividido em módulos, aos quais os clubes foram inseridos. O módulo verde continha, dentre outros clubes, Flamengo e Internacional, os dois melhores clubes do certame. No módulo amarelo, Sport e Guarani desempenharam as melhores campanhas.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) afirmou que o campeão nacional seria o vencedor da Copa União, que consistiria em um quadrangular formado pelos dois melhores colocados dos módulos. As equipes do módulo verde, Flamengo e Internacional, se recusaram a disputar o quadrangular. Por outro lado, Sport e Guarani se enfrentaram na decisão, uma vez que venceram a semifinal por W.O. Dessa forma, o Leão da Ilha levou a melhor no confronto e conquistou o título de 1987. A partir daí, a polêmica, as ações judiciais e a indefinição se estender até a atualidade.

VAVEL Logo