Corinthians enfrenta Guaraní-PAR buscando virada heroica e inédita no ano

Em busca de virada inédita com técnico Tite, o Corinthians volta a campo nesta quarta-feira (13) pela Copa Libertadores da América, contra o Guaraní-PAR, em jogo válido pelas oitavas de final da competição sul-americana, na Arena Corinthians em São Paulo, às 22h.

No primeiro jogo, o time paraguaio surpreendeu e venceu com autoridade o alvinegro por 2 a 0. Qualquer empate, derrota simples ou derrota com diferença de dois gols - caso também marque - classifica os aurinegros. O El Cacique busca chegar as quartas de final pela segunda vez em sua história.

Para o Timão é preciso vencer por três ou mais gols de diferença. Missão inédita para a equipe corinthiana, já que com o técnico Tite o Corinthians nunca conseguiu uma virada de resultado jogando a competição sul-americana.

Esse será apenas o segundo confronto das duas equipes pela competição, porém o Timão conta com o retrospecto contra equipes paraguaias. Em 11 embates, foram oito vitorias, um empate e duas derrotas (contando com a de semana passada).

Timão luta contra histórico e busca virada com ajuda de torcida

Depois de perder o primeiro jogo na fase eliminatoria da maior competição sul-americana, o Corinthians conseguiu virar o placar apenas uma vez de oito oportunidades. Em 2000, o alvinegro teve o revés de 3 a 2 no primeiro jogo contra o Rosario Central. No jogo de volta, devolveu o mesmo placar e levou nos penâltis.

Ano / Adversário / Primeiro Jogo

Ida

Volta

Fase

Situação

1991 – Boca Juniors (ARG) - Fora

3 x 1

1 x 1

Oitavas de final

Eliminado

1996 – Grêmio - Casa

0 x 3

0 x 1

Quartas de final

Eliminado

1999 – Palmeiras - Fora

2 x 0

2 (2) x 0 (4)

Quartas de final

Eliminado

2000 – Rosário Central (ARG) - Fora

3 x 2

3 (4) x 2 (2)

Oitavas de final

Classificado

2003 – River Plate (ARG) - Fora

2 x 1

1 x 2

Oitavas de final

Eliminado

2006 – River Plate (ARG) - Fora

3 x 2

1 x 3

Oitavas de final

Eliminado

2010 – Flamengo - Fora

1 x 0

2 x 1

Oitavas de final

Eliminado

2013 – Boca Juniors (ARG) - Fora

1 x 0

1 x 1

Oitavas de final

Eliminado

O técnico Tite em treino realizado na tarde de terça-feira (12) na Arena Corinthians, através de uma nota pela acessoria de imprensa do alvinegro, confirmou Malcom como titular para o jogo mais importante do ano para o Timão.

O jovem de 18 anos era a segunda opção juntamente com Mendoza para a vaga de Emerson Sheik, que levou uma suspensão de três jogos da Conmebol, pela agressão em Rafael Toloi, no último jogo da fase de grupos, contra o São Paulo.

O treino dessa tarde foi aberto a torcida, que apoiou como se o jogo já estivesse acontecendo. O comandante declarou essa decisão da diretoria foi ótima e que isso fará que os jogadores voltem a ganhar confiança: 

"Sou ex-boleiro, sei que quando temos o carinho do torcedor ficamos muito mais confiantes. As coisas são assim. No Corinthians é assim. Quando tu erra e vê o carinho do torcedor, sente essa confiança. Em Cuiabá, peguei uma menininha que estava vendo e apoiando. Isso passa para os atletas. Isso é o legal do futebol. Essa relação é muito legal. O torcedor tem essa capacidade. É importante nesse momento, nós precisamos desse apoio", disse Tite.

Com apenas uma mudança na escalação da última quarta-feira (06), o Corinthians vai a campo no habitual 4-1-4-1: Cássio; Fágner, Gil, Felipe e Fábio Santos; Ralf; Elias, Renato Augusto, Jadson e Malcom; Guerrero.

Guaraní-PAR jogará com regulamento 'debaixo do braço'

Após surpreender no primeiro jogo e contrariar todo o Brasil com um futebol de qualidade, o Guaraní vem fechadinho para o segundo confronto com o Timão. Julían Benítez, atacante do aurinegro declarou que times brasileiros não sabem jogar com pressão e que o Corinthians vem pressionado: "Os brasileiros sofrem quando estão sem a bola. O Corinthians vai entrar desesperado", disse o camisa 7.

O clima de provocação do time paraguaio é grande. O principal nome do time Federico Santander, declarou que esperava mais do time brasileiro e falou sobre não ser convocado para a Copa América, para defender o Paraguai:

"Estou agradecido por todo o apoio, de todos os lados, e isso me deixa contente. Não é o momento de ficar chateado (pela não convocação). Para mim, foi menos do que esperava. Esperava mais deles. Mas jogamos bem e fechamos o espaço deles porque sabíamos que se deixássemos a bola com eles, iriam crescer no jogo", disse o atacante.

El Aborígen, que tinha treino marcado para as 19h dessa terça-feira (12) na Arena Corinthians, sequer embarcou para São Paulo. Com problemas no avião, o vôo que seria às 10h do horário local foi adiado para 17h.

Luis Cacavelos, dirigente do Guaraní explicou a situação: "Desde ontem estamos em contato com o pessoal para os últimos detalhes e disseram que o avião estaria às 10h aqui no Paraguai. Ele precisou passar por uma verificação em (Aeroporto Internacional de) Guarulhos. Houve uma demora e a viagem será por volta das 17h". A equipe paraguaia deverá treinar pela quarta-feira, na parte da manhã.

Com o time completo, os aurinegros dirigidos por Fernando Jubero vem a campo com a mesma provável escalação de quarta-feira passada (06), no 5-3-2: Alfredo Aguilar; Patiño, Julio Cáceres e Maldonado; Marcelo Palau, Eduardo Filippini, Luis De La Cruz, Jorge Mendoza, Tomas Bartomeus e Julián Benítez; Federico Santander. 

VAVEL Logo