Luxemburgo exalta vitoria no clássico e garante: "Não é proibido vencer no Independência"
(Foto: Divulgação/Cruzeiro)

O Cruzeiro conseguiu vencer seu primeiro clássico no estádio Independência, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo venceu o Atlético por 3 a 1 e mostrou um futebol muito eficiente principalmente no segundo tempo.

Após longos 11 jogos sem vencer o rival, o cruzeiro comemorou muito e o treinador celeste foi para a sua entrevista coletiva e disse qual foi sua receita para a raposa ganhar do Atlético, veja: “Só estou restabelecendo uma coisa que o cruzeiro já tem. O Cruzeiro é Bicampeão brasileiro. Só que quando ganha, adormece algumas coisas, acha que vai ganhar a todo o momento por que é Bicampeão. Falei com os jogadores para rasgar o que tinham. Não é proibido ganhar no Independência. Não é proibido ser tricampeão brasileiro. Para alcançar isso, vai ter que trabalhar muito”. Disse o treinador celeste.  

Sobre a sequencia quebrada pelo treinado celeste Luxemburgo disse: "Quando disse que não é proibido ganhar do Atlético, é porque são criadas algumas coisas no futebol que tem que acontecer eternamente. E não.  Ganhar do Atlético aqui é difícil, mas tem que sair daqui sangrando, se doar ao máximo,. Para ganhar aqui não seria fácil, teria que fazer algo diferente, e eles (Jogadores ) fizeram.” Completou o treinador.

luxemburgo também falou da importância do seu trabalho na ultima sexta-feira, veja o que disse o treinado: “Procuramos analisar o adversário e passar informações aos jogadores. Tudo o que aconteceu hoje foi treinado na sexta. Com Alisson, queria dar velocidade ao time e aproveita-lo nos lances de mano a mano. No segundo tempo, pensei em entrar com um jogador fresco, e o Alisson acabou machucando . Mas se tivéssemos perdidos diriam que eu tinha inventado nessa substituição", brincou Luxemburgo.

O Cruzeiro chegou a segunda vitoria consecutiva, e terá uma semana tranquila para trabalhar, já que a Raposa só volta aos gramados no próximo sábado (13) as 21h, contra o Vasco no estádio São Januário.

VAVEL Logo