Roger sai satisfeito com empate contra Vasco e exalta volta de Marcelo Grohe
Foto: Divulgação/Grêmio

O técnico do Grêmio Roger Machado, em entrevista coletiva após o término da partida, admitiu a mudança de atitude da equipe em determinados momentos na partida de 0 a 0 contra o Vasco neste domingo (25). De acordo com ele, o time era atrapalhado pela falta de tranquilidade no "terço final" do campo, mesmo com o poder de criação. Em um confronto caracterizado pela velocidade, o resultado deixou o comandante gremista agradado.

"A gente oscilou dentro do jogo. Em alguns momentos, tivemos controle da bola e do espaço, em outros, cedemos isto ao adversário. Uma das orientações no intervalo, era de que tivéssemos paciência para essa bola circular e chegar com calma no terço final do campo, onde fizemos algumas escolhas equivocadas e demos a bola para o Vasco nos atacar de novo. Foi um jogo muito corrido", disse Roger. 

Mesmo sem ter deixado o Maracanã com a vitória, Roger saudou o poder de reação do elenco e aprovou a experiência de Bobô como centroavante fixo. No jogo, com a mudança de posicionamento de Pedro Rocha e a entrada de Everton, ele voltou a utilizar o "falso 9" no segundo tempo.

"Sempre há uma margem para evoluir, e consigo enxergar isso. Depois da parada, tivemos uma vitória, um empate e uma derrota. Perdemos em nossa casa e era importante que jogássemos hoje para recuperar isto. Treinamos a alternativa com o Bobô e acho que tem dado certo. No segundo tempo, apostei no Everton e tentamos chegar com mais velocidade", enfatizou.

Quem fez defesas importantes após recuperação de uma lesão no ombro e recebeu elogios do técnico Roger, foi o goleiro Marcelo Grohe. A presença do camisa 1, deixa o time em condições de atacar com mais vigor, na opinião do treinador. "É o nosso goleiro de Seleção. Foi bem substituído pelo Bruno e, em alguns momentos, pelo Tiago. O Marcelo é experiente, sempre esperamos que ele atue neste nível. Nos dá segurança para que às vezes arrisquemos mais. Além de termos uma linha sólida, temos um goleiro que nos dá suporte para fazer este tipo de jogo".

A chance de ser campeão ficou reduzida em função da vitória do Corinthians sobre o Flamengo, admitiu o técnico gremista, porém, destacou que o Grêmio, enquanto houver chances matemáticas, seguirá na caça ao líder.

"Enquanto há a possibilidade, temos por desejo e obrigação buscar sempre. Claro que o Corinthians tem mantido uma regularidade e nós, com o empate, apesar de satisfatório, não foi o suficiente para tirar a diferença e a possibilidade diminui. Vamos brigar enquanto houver possibilidade", afirmou.

O Grêmio se reapresenta na tarde de terça-feira (27), após folgar nesta segunda-feira (26). Terceiro colocado na tabela, recebe o Flamengo na Arena, às 17h, no próximo domingo (1).

VAVEL Logo