Visivelmente abatido, Dal Pozzo admite que Série A ficou longe: "Bem difícil agora"
Treinador reconheceu que a situação ficou bastante complicada, mas segue confiando na equipe (Foto: Divulgação/Náutico)

O jogo contra o CRB tinha tudo para ser mais um na estatística de vitórias como mandante do Náutico nessa Série B. A atual situação da equipe pernambucana na competição pedia exatamente os três pontos, porém quem foi para a Arena Pernambuco neste sábado (14), viu um time apático e com pouca criatividade, o que acabou resultando em um fraco empate.

O treinador Gilmar Dal Pozzo, comentou sobre as chances do seu time de conseguir entrar no G-4, citando como motivação, o Avaí de 2014, que acabou conseguindo o acesso na última rodada.

“Eu sou muito verdadeiro. Ficou bem difícil agora. Temos que fazer nosso trabalho. Tem chance e vamos lutar por ela. Se a gente for buscar na história tem o Avaí no ano passado. Das quatro equipes que chegaram com chances na última rodada, eles eram quem tinham menos possibilidades” disse o técnico.

Sobre a partida contra o time de Alagoas, Dal Pozzo atribuiu o empate à marcação do CRB, que abdicou de atacar e esperou o Náutico a partir do meio campo, chegando ao ataque somente nos raros contra ataques que os comandados de Mazola Júnior tiveram.

“Atribuo o empate a boa marcação que o CRB fez. Em uma das trocas, ele colocou Wellington Saci, tirando um atacante para fechar ainda mais. Não tivemos competência e capacidade. O tempo foi passando e veio intranquilidade nos atletas” observou Gilmar.

O próximo compromisso do time de Conselheiro Rosa e Silva é contra o Bahia, no Arruda, no sábado (21). A equipe está na sexta colocação, com 57 pontos, e está a quatro do quarto colocado, seu rival Santa Cruz. O timbu não depende só de si para entrar no grupo dos quatro mais bem colocados e precisa ganhar a todo custo se quiser manter o sonho de ir para a Série A vivo.

VAVEL Logo