Wendel volta a treinar no Sport e passa a ser opção diante do Atlético-PR
(Foto: Divulgação/Sport)

Nesta quinta-feira (19), o Sport iniciou mais um dia de treinamentos visando o jogo do próximo domingo diante do Atlético PR na Ilha do Retiro, que será de portões fechados. E a principal novidade nos treinamentos foi o volante Wendel. O jogador sofreu uma fratura no nariz na partida contra o Cruzeiro e passou um procedimento cirúrgico antes do retorno aos treinos.

Tudo depende de como o jogador se sairá nos treinos, onde será avaliado pela comissão médica do clube. Porém, não se sabe como o atleta terminou as atividades, já que os portões foram fechados para a imprensa após os vinte minutos iniciais. Quem falou um pouco sobre a situação do atleta foi o diretor médico do clube, Cléber Maciel. ''A proteção é para segurar a redução no lugar. Vamos observá-lo e ver como ele vai se sair no treino'', comentou o médico.

Se o experiente volante não se recuperar, quem deve assumir a vaga é o jovem da base rubro-negra, Ronaldo. Ele entrou no decorrer da partida ante Cruzeiro e foi titular no jogo diante do Grêmio, também substituindo Wendel, que na época estava suspenso e vem sendo elogiado pelo treinador Paulo Roberto Falcão.

Portões fechados

Outro assunto no treino do Leão foi o fato da equipe ter der jogar sem torcida na próxima partida, por causa de uma punição do STJD, por conta de uma briga de membros de uma torcida organizada no jogo contra o Coritiba, no Couto Pereira. Mesmo assim, o Leão visa manter o foco na luta por uma vaga na libertadores. Marlone, que já passou por situação parecida ano passado quando jogava pelo Cruzeiro, afirma que a equipe de se manter focada.

''A gente sabe que contar com o apoio da torcida é muito importante para a gente, que eles empurram mesmo a nossa equipe, é o 12º jogador. Mas estamos focados. A gente está com o foco de ir rumo ao G4, então temos que entrar em campo ligados e ir até o fim da partida em busca da vitória. E creio que não só eu, mas os meus companheiros estão focados. Se vai ter torcida ou não, o importante é vamos em busca da vitória", disse o meia.

Diego Souza também comentou o assunto e falou que os companheiros devem ajudar e que um bom resultado vai trazer a torcida pro último jogo do campeonato em casa. "Nosso pessoal que não vai começar jogando tem que fazer barulho. Em campo é um cobrando ao outro para estar jogando o outro para frente para que a gente consiga fazer um bom jogo. A gente precisaria nesse momento da força da torcida, mas temos que superar isso tudo e tenho certeza que conseguindo fazer bom jogo e resultado positivo no próximo jogo o estádio estará lotado novamente em busca do nosso objetivo", finalizou o atleta.

VAVEL Logo