Com goleada, São Paulo perde para Audax-SP e é primeiro time grande eliminado do Paulista
Foto: Érico Leonan / SPFC Divulgação

Quem esperava por clássicos nas semifinais do Campeonato Paulista desse ano, se decepcionou com o São Paulo. Jogando em Osasco, o Tricolor não só perdeu como ainda foi goleado pela boa equipe do Audax-SP, por 4 a 1 e acabou sendo eliminado da competição estadual. Os mandantes saíram na frente com Ytalo, Calleri empatou, mas Ytalo novamente, Maiki e Juninho garantiram a classificação da equipe do presidente Vampeta.

Eliminado no campeonato, o São Paulo agora tem apenas a Copa Libertadores da América para disputar neste primeiro semestre. A equipe de Edgardo Bauza venceu o River Plate-ARG na última quarta-feira e chegou à segunda colocação do Grupo 1 do torneio, com oito pontos. Para se classificar à próxima fase, o Tricolor vai até La Paz, para enfrentar a altitude e o The Strongest-BOL necessitando apenas de um empate.

Já o Audax agora espera pelo seu adversário na semifinal do Paulistão. O mais provável é que a equipe enfrente o Santos, na Vila Belmiro, porém, há ainda uma remota chance de, se o Palmeiras conseguir uma enorme goleada, o time de Osasco enfrentar o Corinthians, em Itaquera. O time do técnico Fernando Diniz, embora apresente um futebol diferente e bonito de se ver, entra como grande azarão na próxima fase, mas, como já mostrou contra o São Paulo, quer provar que pode fazer história.

Times fazem jogo equilibrado, mas Audax sai na frente

O primeiro tempo em Osasco foi muito equilibrado. O Audax, como tem se caracterizado ao longo deste campeonato, trocou muitos passes, sem dar chutões, e muitas vezes, no campo de defesa, abusou da sorte. Enquanto isso, o São Paulo tentava fazer pressão, marcando com quase todos os homens no campo de ataque e, quando roubava a bola, buscava logo o gol.

Já aos oito minutos, o Tricolor não saiu atrás do placar por conta de Dênis. Após vacilo de Rodrigo Caio, Ytalo avançou sozinho e chutou, obrigando o goleiro a fazer uma boa defesa. No rebote, Juninho, quase na pequena área, bateu firme e o arqueiro são-paulino operou um verdadeiro milagre para manter o jogo empatado. Um minuto depois, veio a resposta tricolor com Ganso. O camisa 10 recebeu belo passe de Calleri e, de longe, tentou por cobertura, só não marcando um gol de placa pela grande defesa de Sidão.

O primeiro gol da partida saiu aos 26 minutos. Lugano tocou errado na defesa, Ytalo avançou e bateu forte. Dênis estava no lance, mas a bola desviou na zaga e o goleiro nada pôde fazer para evitar que o Audax saísse na frente. O empate do São Paulo não demorou, e aos 33 minutos, após Michel Bastos roubar a bola no campo de ataque, Calleri avançou livre e tocou entre as pernas do goleiro para deixar tudo igual.

O time de Edgardo Bauza ainda quase vira o jogo com Calleri, que bateu de primeira e parou em Sidão, que mais uma vez fez uma ótima defesa, e o castigo não demorou a vir. Um minuto após ver seu goleiro brilhar, a equipe de Osasco ficou à frente do placar novamente. Yuri acertou lançamento para Ytalo, livre entre os dois zagueiros, e o atacante dos donos da casa bateu de primeira para marcar o segundo do Audax. Aos 46 minutos, o árbitro José Claudio Rocha Filho encerrou a etapa inicial com vantagem para o time da casa.

Audax volta melhor, goleia e garante classificação

O segundo tempo não foi equilibrado como os 45 minutos iniciais. O São Paulo parece ter cansado e não conseguiu fazer a mesma marcação pressão que fez na primeira etapa. Com isso, o Audax teve mais espaço para trocar passes e dominou o jogo, tendo criado as melhores chances e não sendo tão ameaçado pelos adversários.

O terceiro gol do Audax saiu logo aos cinco minutos. Juninho cobrou falta com força, Dênis espalmou e a bola sobrou nos pés de Maiki, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. O São Paulo tentou diminuir com Lugano, que tocou de cabeça após cruzamento de Michel Bastos, mas a bola saiu à direita da meta do Audax.

Aos 17 minutos, Hudson roubou a bola após passe errado do goleiro Sidão, mas o volante errou o passe e a zaga conseguiu afastar o perigo. Sem aproveitar sua chance, o Tricolor mais uma vez foi castigado. Aos 24, em um contra-ataque, Maiki recebeu em velocidade, passou por Mena e chutou para boa defesa de Dênis. A bola, entretanto, sobrou para Juninho, que, livre de marcação, marcou o quarto e fechou a goleada em Osasco.

Edgardo Bauza ainda tentou algumas alterações para mandar a equipe ao ataque, mas as entradas de Kardec, Centurión e Wesley não surtiram o efeito esperado pelo treinador. Sem forças para reagir e já pensando no jogo de quinta-feira, o São Paulo não levou mais perigo ao gol do Audax e foi o primeiro time grande a ser eliminado do Paulista.

VAVEL Logo