Brasil vence Itália e se sagra heptacampeão do Torneio Internacional de Manaus
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A partida entre Brasil e Itália deste domingo (18), na Arena da Amazônia, não era uma qualquer para a Seleção. Além de valer o título do Torneio Internacional de Manaus, o confronto marcou a despedida de Formiga da equipe canarinho. Jogando bem e reverenciando a meia, as brasileiras venceram as italianas pelo placar de 5 a 3 e se sagraram heptacampeãs da competição. Os gols foram marcados por Bia, Gabi Zanotti, Andressinha (duas vezes) e Debinha. 

Com a conquista, a Seleção Brasileira mostra supremacia no Torneio de Manaus. A equipe canarinho só não conquistou o campeonato em 2010, quando o Canadá levantou o troféu. Em 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e, agora, 2016, as brasileiras levantaram o caneco. 

O jogo

Buscando abrir o placar logo no início da partida, o Brasil trocava passes e ficava com a posse de bola. Do outro lado, a Itália procurava sair jogando no contra-ataque. Quando o cronômetro estava na casa dois oito minutos, a Seleção abriu o placar. Após falha da defesa, Bia aproveitou e driblou a zagueira antes de chutar no canto da goleira italiana: 1 a 0. 

Ligada no jogo, a Itália empatou. Em contra-ataque, Ilara Mauro recebeu, avançou e, cara a cara com a goleira Bárbara, chutou no ângulo direito. O confronto ficou mais truncado e com chances para ambos os lados. Aos 19, Bia, dessa vez serviu Gabi Zanotti, que, já na grande área, só precisou chutar para o gol e colocar o Brasil novamente na frente. 

Lá e cá, a equipe italiana empatou mais uma vez o jogo. Após cruzamento, Gabbiadini balançou a rede da arqueira Bárbara. Logo depois, em cobrança magistral de falta, Andressinha colocou o time canarinho na frente do placar. Já caminhando para o apito dos primeiros 45 minutos de partida, a Itália quase igualou após erro de saída de bola da Bárbara.

A etapa complementar começou quente na Arena da Amazônia. Logo no início, a bola sobrou para Andressinha, na entrada da área, arriscar e fazer mais um para o Brasil: 4 a 2. Jogando melhor e não se contentando com o resultado, o time canarinho acabou deixando espaço atrás e a Itália diminuiu. Após cruzamento, Bonasea, livre, só empurrou para a rede. 

Aos 15 minutos, Fabiana avançou pela direita, cruzou e e Debinha não desperdiçou. Com o placar feito, a Seleção Brasileira apenas administrou o resultado e, com o apito final, se sagrou campeã, pela sétima vez, do Torneio Internacional de Manaus.

VAVEL Logo